Participamos do

'Não sou candidato, tinha que dizer que era para poder falar', diz Virgílio

12:13 | Nov. 21, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ex-prefeito de Manaus e ex-senador Arthur Virgílio admitiu que sua candidatura nas prévias do PSDB, que ocorrem neste domingo, não é para valer. "Eu não sou candidato, nunca fui, tinha que dizer que era para poder falar de Amazônia, mulher, democracia, negro, índio, reformas, controle da inflação, acalmar o câmbio, ajuste fiscal", explicou. "Eu precisava desse palanque", completou.

Virgílio chegou há pouco ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, para a votação presencial, com críticas ao clima de disputa interna no PSDB. "Dividir um partido pequeno, que já está estacionado, que veio de uma derrota acachapante em 2018, é uma demonstração clara e inequívoca de burrice", afirmou. "Eu vou torcer e apostar em uma unidade". A votação também ocorre de forma remota por meio de aplicativo.

O PSDB escolhe hoje quem será o candidato da legenda à Presidência da República. Os dois principais candidatos na disputa, os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, chegaram antes de Virgílio.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags