Participamos do

Viagem de Mourão a Atenas, Dubai e Cairo custou, pelo menos, R$ 1,15 milhão

A União pagou, no total, 302 diárias a 33 servidores da vice-Presidência
12:17 | Nov. 10, 2021
Autor Vanessa Alves/Especial para O POVO
Foto do autor
Vanessa Alves/Especial para O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O governo federal gastou pelo menos R$ 1,15 milhão com a viagem da comitiva do vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), a Atenas, a Dubai e ao Cairo. Segundo informações do jornal Metrópoles, do total gasto, R$ 791,8 mil foram destinados às diárias e às passagens de servidores da própria vice-Presidência, e R$ 358,9 mil são referentes às despesas do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). O GSI é responsável pela segurança de Mourão e de Bolsonaro, por meio da Secretaria de Segurança Presidencial (SPR).

Mourão partiu em 26 de setembro e voltou ao Brasil em 7 de outubro. A União pagou, no total, 302 diárias a 33 servidores da vice-Presidência e 39 funcionários do GSI viajaram para esses locais no período.

No Egito, Mourão esteve com o presidente e general Abdul Fatah Khalil Al-Sisi, conhecido por governar o País com forte controle das Forças Armadas. Os dois firmaram acordo para cooperação em diferentes áreas, especialmente a militar, a comercial, a econômica e a de segurança. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O vice-presidente inaugurou o pavilhão do Brasil na exposição de tecnologia e inovações Expo Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Ele estava acompanhado de Gilson Machado, ministro do Turismo, e de Jorge Seif Junior, secretário de Aquicultura e Pesca. Além disso, Mourão, que preside o Conselho Nacional da Amazônia, discursou no pavilhão de sustentabilidade. Ele falou sobre angariar investimentos financeiros para o Brasil e, principalmente, para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. Mourão também participou de audiências com empresários dos Emirados Árabes.

Na Grécia, Mourão se reuniu com o presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Grécia, Maximos Senetakis, com o vice-primeiro-ministro grego, Panagiotis Pikrammenos, e com o copresidente do Conselho Empresarial Brasil-Grécia, capitão Panagiotis Tsakos.

Conforme Mourão, as conversas na Grécia abordaram, além da agenda bilateral, “questões como sustentabilidade e segurança internacional”. O vice-presidente conheceu o centro de treinamento e simulação para navios mercantes no seu segundo dia de visita.



Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags