Participamos do

Bolsonaro abandona programa na Jovem Pan após pergunta sobre "rachadinha"

Marinho não citou diretamente o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), sobre quem pairam as suspeitas do crime, no período em que era deputado estadual
15:24 | Out. 27, 2021
Autor Carlos Holanda
Foto do autor
Carlos Holanda Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) abandonou o Programa Pânico, da Jovem Pan, após ser questionado pelo humorista André Marinho sobre sua opinião sobre parlamentares envolvidos em "rachadinha", prática de peculato que consiste em embolsar parte dos salários de assessores. 

Marinho não citou diretamente o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), sobre quem pairam as suspeitas do crime, no período em que era deputado estadual. O próprio Jair Bolsonaro já foi acusado pela ex-esposa dos mesmos atos ilícitos, de acordo com o portal de notícias Metrópoles. 

O humorista colocou partidos de oposição no primeiro plano da indagação, de modo que Flávio fosse alcançado indiretamente pela fala, unicamente pela citação do tipo criminal.

"Vários deputados nos seus gabinetes, PSB, Psol, PT, que estão ali roubando a torto e a direito salário de assessor e botando no próprio bolso, desviando dinheiro público, e o PT, inclusive, é o campeão desse ranking de peculato. Então, presidente, eu te pergunto: rachador tem que ir para a cadeira ou não?", questionou Marinho.

Bolsonaro reagiu: "Ó, Marinho, você sabe que sou presidente da República, eu respondo sobre meus atos, tá ok? Então, não vou aceitar provocação tua. Então, você recolha-se ai ao teu jornalismo, eu não vou aceitar." "Que é isso, assim o PT vai voltar", insistiu Marinho.

Bolsonaro então citou que o pai do humorista, o empresário Paulo Marinho, é o maior interessado na cadeira de Flávio Bolsonaro, pois é o primeiro suplente do primogênito do chefe do Executivo.

"Não tem mais conversa contigo", bradou o político, ao que Marinho ironizou. "É tigrão com humorista e tchutchuca com o STF, né, presidente?" 

Jair Bolsonaro abandonou o programa após nova interferência de Marinho."Só quer pergunta de bajulador, presidente?", disse André Marinho, em indireta a outro integrante da bancada, que antes havia dito sentir "um tesão metafísico" ao poder entrevistar o presidente. Os dois começaram a brigar, oportunidade na qual o presidente deixou o humorístico, do qual participou remotamente.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags