Participamos do

Dilma diz que Ciro mente e está "no fundo do poço"; pedetista rebate: "incompetente e presunçosa"

"Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço. O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas", disse Dilma
16:37 | Out. 13, 2021
Autor Carlos Holanda
Foto do autor
Carlos Holanda Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) rebateu a fala de Ciro Gomes (PDT) ao podcast Estadão Notícias sobre o ex-presidente Lula da Silva (PT) ter operado em favor do impeachment dela, em 2016. A petista afirmou que as críticas do ex-governador do Ceará decorrem dos resultados das pesquisas eleitorais, que o mostram distante do pelotão de cima ocupado por Lula e Bolsonaro.

"Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço. O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas", escreveu Dilma. 

Ao Estadão, Ciro afirmou que lutou contra o impeachment da ex-presidente, assim como o irmão e hoje senador Cid Gomes (PDT). Criticou a proximidade de Lula com Renan Calheiros e Eunício Oliveira, o emedebista que presidia o Senado Federal e o que liderava o MDB na Casa, respectivamente, em 2016, concluindo: "Hoje estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma".

Ao falar no capítulo da queda da ex-presidente, é comum que Ciro enfatize que dois terços dos 22 deputados (14 deputados) do Ceará votaram contra o impeachment, embora, na realidade, 11 tenham sido contrários e nove, favoráveis. O pedetista ainda treplicou a reação de Dilma.

"Na vida nunca menti. Mas errei algumas vezes. Uma delas quando lutei contra o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela presidência. Claro que estou falando de você, Dilma", escreveu o perfil do político. 

E acrescentou: "Continuo achando que Lula não foi apenas um dos maiores responsáveis por sua desestabilização - pois passou anos falando mal de você durante seus governos - como também fez movimentos erráticos que resultaram em sua queda". 

Dilma não deixou por menos, afirmando que Ciro é presunçoso e que sua visão sobre competência "é só inadequada, é também profundamente misógina". Disse ainda que lamenta ter dado sua amizade a Ciro Gomes e aponta semelhanças entre o pedetista e o presidente Jair Bolsonaro. "Para além disso, Ciro sistematicamente distorce os fatos. E, nisso, não se difere em nada de Bolsonaro. Ambos adoram quando os alvos de suas agressões reagem. Precisam disso para obter likes e espaço na mídia. É disso que se alimentam". 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags