Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Governadores do Nordeste suspendem compra da vacina russa Sputnik-V

O contrato previa a compra de 37 milhões de doses, das quais mais de 5,5 milhões seriam destinadas ao estado do Ceará
16:11 | Ago. 05, 2021
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Noticia

Governadores do Consórcio Nordeste decidiram suspender a importação da vacina russa Sputnik-V, após mudanças nos padrões de testes exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A decisão foi anunciada após encontro do governador Wellignton Dias (PT-PI), presidente do Consórcio, com o Fundo Soberano Russo.

O contrato previa a compra de 37 milhões de doses da vacina que seria distribuída entre os estados da região Nordeste. Segundo Dias, a compra foi suspensa por causa de novas limitações da Anvisa, além da não inclusão da vacina no Plano Nacional de Imunização (PNI) e a falta da licença de importação.

“É lamentável, o Brasil vive uma situação com alta mortalidade, mais de mil óbitos por dia. Temos vacinas disponíveis, mas impedidas de entrar no Brasil devido a uma decisão da Anvisa que faz uma alteração no padrão de teste. Junto com a não inclusão do Ministério da Saúde no plano nacional de vacinação e a falta da licença de importação, tivemos a suspensão da entrega da vacina até que se tenha uma autorização do uso do imunizante no Brasil”, declarou.

Pelas redes sociais, o governador Camilo Santana (PT) se pronunciou sobre a decisão e sugeriu que as limitações impostas pela Anvisa seriam intencionais, em conluio com o Governo Federal. Segundo o petista, do lote de 37 milhões de vacinas, mais de R$ 5,5 milhões seriam destinadas ao estado do Ceará.

“Informo aos cearenses que o Governo do Ceará, juntamente com os outros governadores do Nordeste, decidiu suspender o contrato de compra da vacina Sputnik V, que previa mais de 5,5 milhões de doses para o nosso estado. Isso ocorre devido a novas limitações impostas pela Anvisa, do Governo Federal, que desde o começo desse processo tem colocado sucessivas barreiras para a efetivação da importação e uso da vacina”, escreveu.

O contrato para compra foi firmado entre o Instituto Gamaleya (desenvolvedora do imunizante) e o Fundo Soberano Russo em março deste ano, e previa a entrega das primeiras 2 milhões de doses ainda no mês de abril. Por conta de entraves da Anvisa e do Ministério da Saúde, até o momento nenhuma dose havia sido entregue.


A suspensão da compra acontece em meio a divergências nos padrões de testes exigidos pela Anvisa que não foram solicitadas para imunizantes de outros laboratórios. O Fundo Soberano Russo informou que as vacinas reservadas ao Brasil irão agora para o México, Argentina e Bolívia, mas garantiu o envio imediato de doses para o País em caso de liberação.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Bolsonaro veta projeto de lei que suspendia despejo até 31 de dezembro

ECONOMIA
20:50 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto de lei que suspenderia o cumprimento de medida judicial, extrajudicial ou administrativa de despejo de imóveis durante a pandemia da covid-19. Em nota, a Secretaria Geral da Presidência da República informa que o veto teve como finalidade "manter a estabilidade nas relações locatícias e assegurar o direito fundamental à propriedade".
A medida suspenderia até o dia 31 de dezembro de 2021 o cumprimento dessas medidas para dispensar o locatário do pagamento de multa em caso de denúncia de locação de imóvel. O projeto também autorizaria a realização de aditivo de contrato de locação por meio de correspondências eletrônicas ou de aplicativos de mensagens.
Segundo a Secretaria Geral, o presidente decidiu pelo veto, após manifestação técnica dos ministérios competentes, em razão da proposta contrariar o interesse público, "tendo em vista que a suspensão de atos de decisões judiciais, extrajudiciais e autotutela de posse que impliquem em desocupação de imóveis públicos no prazo previsto daria um salvo conduto para os ocupantes irregulares de imóveis públicos, frequentemente, com caráter de má fé, que já se arrastam em discussões judiciais por anos". Além disso, acrescenta, os impedimentos poderiam "consolidar ocupações existentes, assim como ensejar danos patrimoniais insuscetíveis de reparação, como engorda de praias, construções de muros contenção, edificações, calçadões ou espigões nas áreas de bens de uso comum do povo, ou danos ambientais graves poderiam ser cometidos no período de vigência desta Lei".
A Secretaria Geral diz ainda que a medida contraria o interesse público porque muitas famílias, especialmente de baixa e média renda, adquirem imóveis como sua fonte de sustento, seja por meio de aluguel, arrendamento, seja para cultivo próprio. "A paralisação de qualquer atividade judicial, extrajudicial ou administrativa tendente a devolver a posse do proprietário que sofreu esbulho ou garantir o pagamento de aluguel, impactaria diretamente na regularização desses imóveis e, também, na renda dessas famílias gerando um ciclo vicioso, pois mais famílias ficariam sem fonte de renda e necessitariam ocupar terras ou atrasar pagamentos de aluguéis", diz a nota da Secretaria Geral.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

De volta após suspensão, Marlon mira primeira vitória em Clássico-Rei pelo Ceará

Camisa 25
18:12 | Jul. 28, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Jogador do Fortaleza entre 2018 e 2020, o meio-campista Marlon está acostumado a disputar Clássicos-Rei no futebol cearense. Entretanto, desde que chegou a Porangabuçu, no início desta temporada, o camisa 25 ainda não venceu o primeiro confronto local. Novamente à disposição após cumprir suspensão, o volante espera bater o arquirrival pela primeira vez com a camisa do Ceará.

"Com certeza. Quero a vitória, não só eu, como meus companheiros. Um clássico é um campeonato à parte, a gente não joga, ganha. Vamos trabalhar bastante para isso, para chegar no final de semana e fazer um jogo bem consistente para sair com os três pontos", afirmou, em entrevista coletiva.

Em 2021, Marlon enfrentou três vezes o ex-clube pelo Alvinegro: no empate sem gols pela Copa do Nordeste, na derrota por 2 a 0 pelo Campeonato Cearense e no 1 a 1 pela Copa do Brasil. No próximo domingo, 1º, a partir das 20h30min, na Arena Castelão, pela 14ª rodada da Série A, o volante esperar quebrar o jejum e destaca a importância do duelo.

LEIA MAIS

+ Técnico Guto Ferreira toma segunda dose da vacina contra a Covid-19
+ Gabriel Dias, do Ceará, também tem pena convertida e pode jogar no Clássico-Rei
+ Ceará e Fortaleza realizarão o 12º Clássico-Rei sem torcida

"A preparação é forte, é um clássico. Lógico que é um campeonato à parte, mas estamos focados, concentrados, trabalhando bastante para que possamos, no domingo, fazer um grande jogo e sair com os três pontos", disse o camisa 25, que cumpriu suspensão automática contra o Sport-PE e volta a estar disponível.

"Essa questão de titular é o Guto que vai definir até domingo, a gente está à disposição, treinando bastante. A vitória no clássico é muito importante, a gente já viu em outros campeonatos como isso reflete positivamente. Vamos trabalhar forte durante a semana para fazer uma boa partida e sair com os três pontos", frisou.

Invicto há nove jogos - seis empates e três vitórias -, o Vovô ocupa a sétima posição do Brasileirão, com 19 pontos. O meio-campista avalia a campanha de forma positiva e avisa que o clube pode sonhar com objetivos maiores na competição nacional pelo nível do elenco.

"Se eu não me engano, é o melhor início de Campeonato Brasileiro que o Ceará vem fazendo. Estamos na sétima colocação. Lógico que a gente quer sempre mais, acredito nos meus companheiros, que a gente pode agregar muito mais nesse Campeonato Brasileiro. Uma sétima colocação hoje, na 13ª rodada, é um bom início, sim. Se a gente quer almejar coisas grandes dentro da competição, tem que trabalhar mais para, lá no final, estar na melhor posição possível", alertou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Governo Federal suspende procedimentos operacionais do Bolsa Família e Cadastro Único por 180 dias

Pandemia
09:34 | Jul. 28, 2021
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Os procedimentos operacionais do Bolsa Família e Cadastro Único foram suspensos por 180 dias pelo Governo Federal, conforme publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, 28. A medida é em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Portanto, ficam suspensas a revisão cadastral e as ações especiais de pagamento. Além disso, enquanto estiver o Auxílio Emergencial 2021, também não haverá ações de administração de benefícios do Bolsa Família, em nível municipal; as alterações cadastrais de famílias para gestão da folha de pagamento do Programa; e os procedimentos adotados pelo Ministério da Cidadania e pelas gestões municipais para verificação e tratamento dos casos de beneficiários.

A retomada das ações será decidida pela Secretaria Nacional de Renda de Cidadania da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, em conjunto com a Secretaria Nacional do Cadastro Único da Secretaria-Executiva, observadas as necessidades operacionais do Programa Bolsa Família e os impactos no CadÚnico.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Bolsonaro defende abertura de CPI para investigar o Consórcio Nordeste

CPI
00:44 | Jul. 28, 2021
Autor Rede Nordeste
Foto do autor
Rede Nordeste Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu, nesta terça-feira (27), a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Congresso para investigar o Consórcio Nordeste, que reúne os nove governadores da região. De acordo com o chefe do Executivo, é preciso apurar supostas irregularidades na compra coletiva feita pelos estados para aquisição de 300 respiradores mecânicos, cujo investimento foi de aproximadamente R$ 49 milhões.

Os equipamentos não chegaram a ser entregues, e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil da Bahia. “A CPI poderia investigar o senhor Carlos Gabas que sumiu com R$ 49 milhões e não recebeu um respirador sequer”, disse Bolsonaro, afirmando que os gestores foram blindados da Comissão. “Eles são bons em mentir”, disparou.

+ Consórcio Nordeste vai pedir detalhes sobre decisão da Anvisa que negou Sputnik V

+ Vacinas compradas por consórcio do Nordeste irão para todo Brasil

+ CPI rejeita convocação de Carlos Gabas, ex-secretário do Consórcio Nordeste

A convocação do ex-secretário Executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, para depor na CPI da Covid, apresentada pelos senadores governistas Ciro Nogueira (PP-PI), Marcos Rogério (DEM-RO) e Eduardo Girão (Podemos-CE), foi rejeitada pelo colegiado. O acordo para a compra dos respiradores da empresa Hempcare, firmado ainda em 2020, foi feito durante a presidência do governador da Bahia, Rui Costa (PT) e assinado por todos os gestores que compõem o grupo.

O presidente da República também afirmou, sem citar nomes, que os governadores teriam se apropriado de ações do governo federal no combate à pandemia, como se fossem iniciativas de gestão estadual. “Quando se fala em vacina, tem governador aí que fala que ele está vacinando. Não teve um centavo de governador, não comprou uma vacina sequer”, disse em entrevista nesta terça-feira (27) ao programa Frente a Frente, da Rede Nordeste de Rádio.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Liberado pelo STJD, Mendoza vira opção para Clássico-Rei e tenta deslanchar no Ceará

À disposição
00:30 | Jul. 28, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na tarde de ontem, o Ceará ganhou um reforço importante para o próximo compromisso: o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou o pedido de conversão da pena do atacante Steven Mendoza, que cumpriu metade da suspensão de dez jogos e está liberado para voltar a atuar no Clássico-Rei diante do Fortaleza, domingo, 1º, às 20h30min, pela 14ª rodada da Série A.

O colombiano de 29 anos foi um dos principais envolvidos na briga que tomou o gramado da Arena Castelão depois da decisão da Copa do Nordeste, contra o Bahia, no dia 8 de maio. Doze dias após o episódio, a Corte suspendeu o jogador de forma preventiva durante 30 dias ou quatro jogos.

No início de junho, a Terceira Comissão Disciplinar do STJD aplicou oito partidas de punição no camisa 10, descontadas aquelas cumpridas anteriormente. O Alvinegro, então, recorreu e conseguiu efeito suspensivo até a realização do julgamento no Pleno. No último dia 15, o Tribunal aumentou as punições dos envolvidos e suspendeu Mendoza por dez jogos.

LEIA MAIS

+ Após "spoiler", Erick celebra acerto com Ceará e avisa: "Tem que pensar alto"
+ Ceará vende atleta da base por valor milionário ao Internacional, diz portal
+ Velocidade e habilidade: Guto Ferreira elogia Airton e Erick, reforços do Ceará

Depois de o atacante cumprir cinco partidas da pena, o departamento jurídico do Vovô solicitou ao SJTD a conversão da pena, e o presidente Otávio Noronha deferiu — o mesmo ocorreu com Nino Paraíba e Daniel, ambos do Bahia. Agora, em vez da ausência dos gramados em mais cinco confrontos, Mendoza terá de pagar R$ 37,5 mil a cinco instituições de caridade.

Novamente à disposição do técnico Guto Ferreira, o colombiano terá a missão de reforçar o questionado setor ofensivo da equipe na sequência do Brasileirão e deslanchar com a camisa alvinegra — tanto em sequência de partidas quanto nos números.

Segunda compra mais cara da história do clube de Porangabuçu — 600 mil euros (cerca de R$ 4 milhões na cotação atual) por 60% dos direitos econômicos —, Steven foi anunciado no final de fevereiro como uma das principais contratações para a temporada e firmou contrato até o final de 2023. Após início animador, enfrentou oscilações de rendimento e ausências em razão das punições.

Estreante justamente em um Clássico-Rei — no dia 20 de março, pela Copa do Nordeste —, Mendoza disputou 23 jogos em 2021 e marcou três gols. Por coincidência, os três tentos foram anotados ainda no mês de abril, nas vitórias sobre CSA-AL, Sport-PE e Jorge Wilstermann, da Bolívia, pelas Copas do Nordeste e do Brasil.

Dono da sexta melhor defesa do Campeonato Brasileiro, com 12 bolas nas redes, o Ceará tem apenas o nono ataque mais positivo, com 14 gols marcados. Em busca de evolução ofensiva, Guto Ferreira quer aproveitar as peças à disposição para reforçar o setor e tentar bater o Tricolor do Pici.

"A gente tem muita coisa que melhorar e está trabalhando para isso. Cada jogo é uma história. Nós vamos pegar uma equipe que tem marcado muito bem, tem jogado com linhas consistentes, tem tido solidez e tomado poucos gols no campeonato, tanto é que figura entre as melhores defesas da competição, mas a nossa também está entre as melhores, também temos tomado poucos gols. Temos que qualificar um pouquinho mais o nosso ataque, vamos trabalho para isso", apontou. 

Para ele, a volta de Mendoza traz novas alternativas "Vamos ter mais opções para a próxima partida, o que, na abertura do leque, nos dá condição de ter uma equipe que possa mudar da melhor maneira possível no decorrer do jogo e conseguir fazer um clássico de maneira mais consistente. Respeitando sempre o nosso adversário, mas clássico é clássico, e a gente tem que acreditar sempre que pode vencer", ponderou o treinador.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags