Participamos do

"Não é L de Lula, é arminha", diz trabalhador que tirou foto com Bolsonaro

Associação feita ao ex-presidente petista fez com que o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) apagasse a foto
10:48 | Jun. 28, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um dos trabalhadores fotografados ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante visita presidencial ao Rio Grande do Norte, na última quinta-feira, 24, disse que o gesto feito por ele não foi em alusão ao "L", símbolo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Carlos Eduardo Pinheiro, à esquerda na foto com blusa azul e sem capacete, disse que os dedos sinalizavam "uma arminha apontada para o céu", segundo informações do portal UOL, que localizou três dos quatro homens que fizeram o gesto ao lado de Bolsonaro.

A foto viralizou nas redes sociais naquele mesmo dia. A associação feita ao ex-presidente petista por políticos e parte da imprensa fez com que o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) apagasse a foto, originalmente publicada nos stories do Instagram da pasta.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Carlos Eduardo disse que não pode responder pelos demais, mas que ele estava "fazendo arminha". “Votei nele (em Bolsonaro). Gosto do governo dele, o que atrapalhou foi a pandemia. Em 2022, vou votar de novo, mas acho que aqui no Nordeste a maioria não vota nele", afirmou ao UOL.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags