Participamos do

CPI da Covid pedirá ajuda da Interpol para localizar Carlos Wizard, diz Aziz

Ele deveria ter comparecido à CPI na última quinta-feira, 17, mas seus advogados avisaram que ele estava nos Estados Unidos. Antes convocado como testemunha, Wizard passou ao status de investigado
11:35 | Jun. 21, 2021
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), informou que a comissão pedirá a ajuda da Interpol para localizar o empresário brasileiro Carlos Wizard, um dos nomes que, segundo senadores, formavam o chamado gabinete paralelo de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Ele está em local incerto e não sabido. Vamos pedir ajuda da Interpol para saber onde está e buscar o passaporte dele, como a Justiça já determinou”, afirmou o senador à coluna Painel, da Folha de S.Paulo. Na semana passada, a Polícia Federal realizou ação em Campinas para fazer a condução coercitiva do empresário, mas não encontrou Wizard.

Wizard é apontado como um dos líderes do grupo que teria incentivado o uso de medicamentos ineficazes contra a Covid-19 e por isso foi convocado para depor. Ele deveria ter comparecido à CPI na última quinta-feira, 17, mas seus advogados avisaram que ele está nos Estados Unidos. Antes convocado como testemunha, Wizard passou ao status de investigado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags