PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaro diz que vetará projeto que cria o passaporte de vacina

Projeto prevê liberação da circulação de pessoas vacinadas ou com resultado negativo para Covid-19 em espaços públicos ou privados onde há restrição de acesso

19:54 | 15/06/2021
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: EVARISTO SA / AFP)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: EVARISTO SA / AFP)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta terça-feira, 15, que vetará o projeto de lei conhecido como “passaporte” de vacinação. A proposta prevê a criação de um documento que permitiria que pessoas vacinadas ou que testaram negativo para Covid-19, circulassem em espaços públicos e privados onde há restrição de acesso. A proposição foi aprovada na semana passada no Senado e seguirá para análise da Câmara dos Deputados.

"A vacina vai ser obrigatória no Brasil? Não tem cabimento. Alguns falam: ‘Para você viajar tem que ter um cartão de vacinação'. Cada país faça suas regras, se para ir para tal país tem que tomar tal vacina, se não tomar, você não entra. Agora, nós fazemos aqui obrigar todo mundo a tomar vacina... sem comentários", disse Bolsonaro em conversa com apoiadores no Alvorada.

O “passaporte”, que seria chamado de Certificado de Imunização e Segurança Sanitária (CSS) permitiria entrada em eventos públicos, hotéis, cruzeiros, parques, dentre outros locais. Bolsonaro ressaltou que não acredita que o projeto será aprovado na Câmara.

“Se passar, eu veto e o parlamento tem o direito de analisar. Tem o direito não: vai analisar o veto. Se derrubar, daí é lei“, declarou. O presidente tem se posicionado contra a imunização obrigatória desde o início da discussão sobre vacinas no Brasil.