PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

TCU desmente Bolsonaro após fala sobre mortes por Covid

Presidente havia afirmado que mortes por covid-19 tinham sido infladas no Brasil

Carlos Holanda
18:05 | 07/06/2021
Brazilian President Jair Bolsonaro delivers a speech during the announcement of sponsorship of olympic sports team by the state bank Caixa Economica Federal at Planalto Palace on June 1, 2021. - Brazil's President Jair Bolsonaro said on Tuesday that, if it depends on his government, his country will host the 2021 Copa America, in a bid to reduce uncertainty over the hosting of the world's oldest national team tournament. (Photo by EVARISTO SA / AFP)
      Caption (Foto: AFP)
Brazilian President Jair Bolsonaro delivers a speech during the announcement of sponsorship of olympic sports team by the state bank Caixa Economica Federal at Planalto Palace on June 1, 2021. - Brazil's President Jair Bolsonaro said on Tuesday that, if it depends on his government, his country will host the 2021 Copa America, in a bid to reduce uncertainty over the hosting of the world's oldest national team tournament. (Photo by EVARISTO SA / AFP) Caption (Foto: AFP)

O Tribunal de Contas de União (TCU) desmentiu a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que mortes por Covid-19 no Brasil, segundo o órgão, teriam sido infladas em 50% a mais do que o real. 

"O TCU esclarece que não há informações em relatórios do tribunal que apontem que “em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid”, conforme afirmação do Presidente Jair Bolsonaro divulgada hoje", afirmou em nota.

Nesta segunda-feira, 7, o presidente afirmou a apoiadores que as mortes por Covid-19 haviam sido infladas, e que a informação tinha base em números do TCU. "O relatório final, que não é conclusivo, disse que em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid, segundo o Tribunal de Contas da União", disse.  

Dia 15 de junho, estreia Jogo Político!