PUBLICIDADE
Política
Noticia

Ministro Ricardo Salles é alvo de operação que investiga exportação ilegal de madeira

A determinação de afastamento de servidores do Ministério do Meio Ambiente e do Ibama é de Alexandre de Moraes, do STF

07:52 | 19/05/2021
Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Pelo menos 35 mandados estão sendo cumpridos no Distrito Federal, Pará e São Paulo em uma operação da Polícia Federal que tem como um dos alvos o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A operação, da Polícia Federal, investiga exportação ilegal de madeira para Europa e Estados Unidos. As informações são do portal G1, que tenta contato com a defesa do ministro.

Os mandados foram autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Além de Ricardo Salles, a investigação também tem como alvo o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Eduardo Bim.

A Suprema Corte determinou o afastamento preventivo de dez agentes públicos que ocupavam cargos no Ibama e no Ministério do Meio Ambiente e quebra de sigilos bancário e fiscal do ministro Salles e dos servidores do Ibama, além da suspensão imediata da aplicação de um despacho, emitido em fevereiro de 2020, que permitiu a exportação de produtos florestais.