PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"Sou imorrível, imbrochável e também sou incomível", diz Bolsonaro para apoiadores

Sem máscara e gerando aglomerações, presidente voltou a criticar as medidas de isolamento social e a defender a cloroquina

Filipe Pereira
13:25 | 17/05/2021
"Sou imorrível, imbrochável e também sou incomível", diz Bolsonaro para apoiadores (Foto: Reprodução)

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniu com apoiadores na manhã desta segunda-feira, 17, na saída do Palácio da Alvorada. Sem máscara e cumprimentando com abraços e apertos de mão grande parte dos que aguardavam por ele, o gestor federal, ao ser perguntado sobre o seu estado de saúde, novamente voltou a se considerar "imbroxável", se categorizando também como "imorrível" e "incomível". 

“Já falei que sou ‘imorrível’, já falei que sou ‘imbrochável’ e também sou ‘incomível'”, disse o presidente. Bolsonaro também voltou a criticar o projeto de lei que libera a venda de medicamentos que contenham extratos ou substratos de maconha em sua composição. Ele afirmou que a esquerda "sempre pega uma oportunidade para querer liberar as drogas", mas são contra a ivermectina e a cloroquina.

"Isso é com o Parlamento. Se chegar para mim, eu veto. Engraçado, a maconha pode, a cloroquina não pode. A esquerda sempre pega uma oportunidade para querer liberar as drogas, [ivermectina] faz mal, maconha e cocaína faz bem", afirmou o mandatário. Bolsonaro criticou novamente o isolamento social adotado em estados para evitar a propagação da Covid-19. Na perspectiva do presidente, o "agro não parou" e quem adota as medidas são "idiotas".