Participamos do

Eleições 2022: Lula e Bolsonaro lideram pesquisa em São Paulo

Em segundo cenário simulado pela pesquisa, Lula e Bolsonaro seguem empatados, mas Lula aparece numericamente à frente.
11:12 | Abr. 09, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estão empatados para as eleições de 2022 no estado de São Paulo. De acordo com dados da pesquisa Ipespe, divulgada pelo jornal Valor Econômico, os dois lideram com 27% das intenções de voto no primeiro turno. Na corrida eleitoral de 2018, Bolsonaro venceu em São Paulo, o estado com o maior eleitorado do Brasil e conhecido por ser um reduto antipetista.

Intenção de voto para presidente de República no Estado de São Paulo

Cenário 1
Lula - 27%
Bolsonaro - 27
Sergio Moro - 11%
Luciano Huck - 5%
Ciro Gomes - 5%
João Doria - 4%
Em branco/nulo - 17%
Não sabe - 4%

No primeiro cenário, o ex-juiz Sergio Moro registrou 11% das intenções de voto; o apresentador Luciano Huck e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) estão numericamente empatados com 5%; e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), aparece com 4%. Declararam que votariam nulo ou em branco, 17%; já 4% não souberam responder.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em segundo cenário, a pesquisa testou os nomes de João Amoêdo (Novo), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Eduardo Leite (PSDB) substituindo Moro, Huck e Doria. Nesta simulação, Lula e Bolsonaro seguem empatados, mas Lula aparece numericamente à frente. O ex-presidente contabilizou 29%, na frente de Bolsonaro, que permanece com 27%. Neste cenário, Ciro e Amoêdo registraram 7%; Mandetta, 6%; Leite, 1%. Optaram por votos nulos ou branco, 19%; não souberam responder 4%.

Cenário 2

Lula - 29%
Bolsonaro - 27%
Ciro Gomes - 7%
João Amoedo - 7%
Mandetta - 6%
Eduardo Leite - 1%
Em branco/nulo - 19%
Não sabe - 4%

Nesta quinta-feira, 8, uma pesquisa do Índice de Popularidade Digital (IPD), ranking produzido pela consultoria Quaest revelou que, um mês depois de ter suas condenações da Lava Jato anuladas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, Lula teve crescimento de popularidade nas redes sociais, empatando com Bolsonaro, área onde o presidente aposta desenvoltura. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags