PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Eduardo Bolsonaro diz que deputadas são "portadoras de vagina" e será processado

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou que vai protocolar uma representação contra o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro

Filipe Pereira
10:56 | 09/04/2021
(ARQUIVOS) Nesta foto de arquivo tirada em 17 de abril de 2020, o deputado brasileiro Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, gesticula durante a cerimônia de posse do novo Ministro da Saúde do Brasil, Nelson Teich (fora do quadro) no Palácio do Planalto em Brasília . - Em 21 de janeiro de 2021, um tribunal brasileiro ordenou que o deputado Eduardo Bolsonaro indenizasse um jornalista por danos morais por alegar que ele
(ARQUIVOS) Nesta foto de arquivo tirada em 17 de abril de 2020, o deputado brasileiro Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, gesticula durante a cerimônia de posse do novo Ministro da Saúde do Brasil, Nelson Teich (fora do quadro) no Palácio do Planalto em Brasília . - Em 21 de janeiro de 2021, um tribunal brasileiro ordenou que o deputado Eduardo Bolsonaro indenizasse um jornalista por danos morais por alegar que ele "tentou seduzir" uma pessoa para obter informações danosas contra seu pai, o presidente Jair Bolsonaro. (Foto de EVARISTO SA / AFP) (Foto: EVARISTO SA / AFP)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou termo pejorativo ao se referir às parlamentares mulheres da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), nesta quinta-feira, 8, afirmando que elas são “portadoras de vagina”. No mesmo dia, o Conselho de Ética da Câmara decidiu arquivar a representação contra o deputado após declarações sobre a volta do AI-5.

Eduardo publicou em seu Twitter um vídeo da CCJ em que o deputado Éder Mauro (PSD-PA) discutia com a deputada Maria do Rosário (PT-RS), dizendo que ela precisava de “um médico”, pois “não para de falar”. “Parece, mas não é a gaiola das loucas, são só as pessoas portadoras de vagina na CCJ sendo levadas a loucuras pelas verdades ditas pelo Dep. @EderMauroPA 1.000°”, disse Eduardo.

 

Após a postura do parlamentar,  a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) vai protocolar uma representação contra o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, segundo ela, deputadas de todos os partidos devem endossar o documento. “Ele agrediu todas as parlamentares, inclusive as do partido dele”, disse. Nas redes sociais, a parlamentar também argumentou: