PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

MBL testa Gentili em pesquisa de intenção de voto; humorista empata com Ciro e nomes de centro

O apresentador aparece com 4%, ao lado dos principais presidenciáveis de centro, como Ciro Gomes, Henrique Mandetta e João Dória

16:13 | 06/04/2021
Apresentador e humorista Danilo Gentili  (Foto: DIVULGAÇÃO SBT)
Apresentador e humorista Danilo Gentili (Foto: DIVULGAÇÃO SBT)

O Movimento Brasil Livre (MBL) contratou uma empresa de pesquisa para avaliar o desempenho do apresentador e humorista Danilo Gentili em uma eventual candidatura nas eleições presidenciais de 2022. Com 4%, o humorista aparece empatado com Luciano Huck, João Dória (PSDB-SP), Henrique Mandetta e Ciro Gomes. O levantamento foi realizado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia (IPE).

Segundo o coordenador do MBL, Renan Santos, o grupo criou interesse em avaliar a performance de Danilo após a boa repercussão de uma campanha nas redes sociais que pedia que o humorista assumisse a sucessão de Bolsonaro.

As manifestações de interesse começaram depois de um pedido de prisão contra o apresentador, enviado pela Câmara ao STF, por conta de uma publicação no seu Twitter incitando violência contra os deputados que votavam a PEC da Imunidade.

A crítica de Danilo seria em relação à celeridade dada pelo Congresso à votação do texto que ampliava as prerrogativas do Poder Legislativo na Justiça. O episódio aconteceu após a condenação do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso em flagrante em fevereiro deste ano após protagonizar vídeo com ameaças a ministros da Suprema Corte. Deputados, por meio da Procuradoria Parlamentar, defenderam a prisão do humorista pelos mesmos princípios que levaram ao julgamento de Silveira.

A publicação foi apagada e o humorista veio a público pedir desculpas. Sobre a pretensão de participar da disputa presidencial, Danilo afirma que “ganhar a eleição não seria divertido”, mas teria interesse em lançar a sua candidatura. Uma vez candidato, ele promete “o maior show de comédia política que o país já viu”, com direito a debates onde fará “piada sobre os políticos na cara deles”.

Um movimento chamado “Curitiba Contra a Corrupção” chegou a financiar um outdoor na Capital lançando a chapa de Gentili, na presidência, e o deputado estadual de São Paulo Arthur do Val, o Mamãe Falei, como vice.