PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Caucaia descarta lockdown, mas amplia toque de recolher e restringe comércio a partir de sexta

Em vídeo nas redes sociais, o prefeito do município, Vitor Valim (Pros), adiantou uma série de medidas econômicas em virtude dos impactos econômicos causados pela pandemia.

Filipe Pereira
18:37 | 04/03/2021
 (Foto: REPRODUÇÃO)
(Foto: REPRODUÇÃO)

O prefeito de Caucaia, Vitor Valim (Pros), divulgou na tarde desta quinta-feira, 4, uma série de medidas que serão adotadas para conter o avanço do novo coronavírus na cidade. Por enquanto, o gestor descartou a possibilidade de lockdown no município, mas antecipou que, a partir desta sexta-feira, 5, vai ampliar o horário do toque de recolher, das 18h às 5h, até o próximo dia 18 de março.

Segundo a prefeitura, todos os dias, o funcionamento do comércio ficará permitido até as 15 horas. Atualmente registrado como o segundo município com maior taxa de mortes do Ceará, a cidade deve também contar com medidas econômicas em virtude dos impactos causados pela pandemia. Em vídeo nas redes sociais, Valim adiantou que vai garantir isenções de IPTU e de taxas para autônomos e permissionários. 

“Vamos isentar, neste ano, o IPTU de imóveis de até 400 mil reais no valor de mercado. Isso representa cerca de 61 mil famílias da nossa Caucaia", disse o perfeito. Dentre outras medidas, estão a prorrogação da validade de licenças e alvarás de funcionamento dos estabelecimentos com validade para 2021; isenção de alvarás sanitários, de construção e Habite-se; prorrogação automática de 12 meses para todos os incentivos fiscais concedidos e prorrogação da validade de certidões negativas municipais por 180 dias.

Valim também destacou a distribuição de kits de alimentação todo mês para todos os alunos da rede municipal de ensino, além da entrega retroativa referente a fevereiro deste ano. Todas as medidas de restrição devem ser publicadas em edição do Diário Oficial do Município desta quinta.