PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Fabrício Queiroz tem prisão domiciliar revogada por STJ e deve voltar para a cadeia

Decisão foi do ministro Félix Fischer e deve valer também para a esposa de Queiroz, Márcia Aguiar

Gabriela Almeida
21:05 | 13/08/2020
Ordem de prisão deve ser cumprida hoje (Foto: Reprodução)
Ordem de prisão deve ser cumprida hoje (Foto: Reprodução)

 

Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) teve a prisão domiciliar revogada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta quinta-feira, 13, e deve voltar para a cadeia. Decisão foi despachada pelo ministro Félix Fischer e deve valer também para a esposa de Queiroz, Márcia Aguiar, segundo informações divulgadas pelo jornal O Globo.

Investigado por envolvimento em um sistema de rachadinha, Queiroz havia sido preso ainda em junho deste ano e encaminhado para o presídio de Bangu, no Rio de Janeiro. Dias depois, o presidente do STJ, João Otávio Noronha, despachou uma liminar dando permissão para que o ex-assessor e sua esposa- que estava foragida, cumprissem pena em prisão domiciliar.

| LEIA MAIS | Conheça Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro preso nesta quinta-feira

As alegações dadas por Noronha, segundo a reportagem, era de que eles faziam parte do grupo de risco do novo coronavírus. Durante esta semana, no entanto, o caso passou a ser avaliado pelo ministro Fischer- que se encontrava em recesso, e a autoridade decidiu revogar a liminar.

Agora o STJ deve intimar, ainda nesta sexta-feira, 14, o Tribunal de Justiça do Rio para "cumprir uma nova ordem de prisão contra Queiroz". Decisão também solicita que o órgão analise de imediato o habeas corpus que foi apresentado pela defesa do ex-assessor.