PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Serra nega acusação e diz que ação da PF foi "invasiva e agressiva"

Polícia Federal fez buscas na casa em que ele e a filha Verônica Allende moram na Zona Oeste da cidade de São Paulo. A filha de Serra também foi denunciada

15:26 | 03/07/2020
José Serra foi alvo de operação da Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
José Serra foi alvo de operação da Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Após denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o senador José Serra (PSDB-SP) por lavagem de dinheiro à época que era governador de São Paulo, o parlamentar classificou mandado de busca e apreensão realizado, nesta sexta-feira, 3, pela manhã, em sua residência, como "medida invasiva e agressiva".

Nesta sexta-feira, 3, a Polícia Federal fez buscas na casa em que ele e a filha Verônica Allende moram na Zona Oeste da cidade de São Paulo. A filha de Serra também foi denunciada. Em nota, assessoria do senador classifica ação como movimento ilegal para expor o parlamentar.

"Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela Força Tarefa da Lava Jato de São Paulo na manhã desta sexta-feira, 3, em endereços ligados ao senador José Serra. Em meio à pandemia da Covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da acusação", destacou a nota da assessoria.

Segundo a denúncia, em 2006 e 2007 Serra recebeu pagamentos da Odebrecht em contas no exterior, num total de R$ 4,5 milhões. O MPF disse que o dinheiro supostamente seria usado para pagamento de despesas das campanhas eleitorais.

Marco Vinholi, secretário Regional de Desenvolvimento do atual governador João Dória e presidente do diretório paulista do PSDB, emitiu nota afirmando confiar no senador e defendendo a investigação dos fatos. 

"O PSDB de São Paulo defende a ampla e irrestrita investigação dos fatos sempre que houver questionamentos envolvendo recursos e agentes públicos. Ressaltamos nossa absoluta confiança no senador José Serra, na sua história e conduta, e na Justiça, onde as ações serão devidamente esclarecidas".

TAGS