PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaro nomeia Rolando Alexandre de Souza para chefiar PF

O presidente havia indicado Alexandre Ramagem, atual diretor-geral da Abin para assumir cargo. Com nomeação suspensa, Bolsonaro nomeou Rolando, considerado "braço direito" de Ramagem

10:15 | 04/05/2020
Rolando Alexandre de Souza assumirá o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF)
Rolando Alexandre de Souza assumirá o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF) (Foto: Reprodução/Governo do Alagoas)

O presidente Jair Bolsonaro indicou Rolando Alexandre de Souza para assumir o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF). Atualização saiu na manhã desta segunda, 4, em decreto assinado pelo presidente e pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça. Indicação apareceu em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Bolsonaro havia indicado Alexandre Ramagem, atual diretor-geral da Abin para assumir o cargo, mas nomeação foi suspensa pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes.

Rolando é o atual secretário de Planejamento e Gestão da Abin (Agência Brasileira de Investigação). Ele é próximo de Ramagem, de quem é considerado “braço direito”.

Leia também | Suspensa nomeação de diretor da Polícia Federal indicado por Bolsonaro 

Rolando Alexandre de Souza assumirá o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF)
Rolando Alexandre de Souza assumirá o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF) (Foto: Reprodução)