PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

65% dos entrevistados acreditam que houve interferência política de Bolsonaro na PF, diz pesquisa

Um estudo realizado pelo Ideia Big Data para o portal BR Político mostra que mais da metade das pessoas acredita no o ex-ministro Moro

Bruna Damasceno
15:17 | 25/04/2020
Bolsonaro e Moro no dia da posse, em 1º de janeiro de 2019
Bolsonaro e Moro no dia da posse, em 1º de janeiro de 2019 (Foto: DIDA SAMPAIO / AE)

Uma pesquisa realizada pelo Ideia Big Data, veiculada pelo portal BR Político, mostra que 65% dos entrevistados acreditam nas declarações dadas pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro sobre interferências do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas investigações da Polícia Federal.

Feito via ligação telefônica nesta sexta-feira, 24, o levantamento considera 1.615 respostas. A margem de erro é de 2,5 pontos para mais ou para menos. Quando questionados sobre as acusações de Moro ao Presidente, somente 35% dos entrevistados disseram não acreditar na versão do ex-ministro.

Mais da metade (61%) também acha que o relato pode ser utilizado como base para um pedido de impeachment de Bolsonaro. Já sobre a pergunta se Moro é um forte nome para a presidência em 2022, 66% dos entrevistados acreditam que sim.


Veja as três perguntas feitas aos entrevistados e os percentuais:

Você acredita nas acusações sobre a interferência política de Jair Bolsonaro na Polícia Federal?

65% Sim, acredita
35% Não acredita

Você concorda que a situação pode provocar aceleração do processo de impeachment em relação a Jair Bolsonaro?

Concorda 61%
Discorda 39%

Moro pode ser um forte candidato à presidência em 2022?

Concorda 66% 
Discorda 34% 

LEIA MAIS:

Juristas veem até 7 crimes em relato de Moro e razão para investigar Bolsonaro

Sem Moro, o futuro do governo entra em discussão

Saída de Moro antecipa a disputa eleitoral prevista para 2022