PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Buscando aproximação, Bolsonaro se reúne com representantes do MDB nesta quarta

O encontro faz parte de uma estratégia para articular uma base de sustentação parlamentar no Congresso

09:51 | 22/04/2020
(Foto: ARQUIVO)

O presidente Jair Bolsonaro reúne-se nesta quarta-feira (22) com membros do MDB, partido com o qual ensaia uma aproximação. Bolsonaro recebe pela tarde, no Planalto, o presidente nacional da legenda, deputado Baleia Rossi (SP), e o líder da maioria no Senado, senador Eduardo Braga (AM). Também participa da reunião o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.


O encontro faz parte de uma estratégia para articular uma base de sustentação parlamentar no Congresso. Na semana passada, o presidente se reuniu com membros do Centrão. Agora, além do MDB, Bolsonaro também busca fortalecer as relações com o comando do DEM. Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo, o presidente deve se encontrar nesta quinta-feira com o presidente do partido, ACM Neto.


Hoje Bolsonaro também tem previstas reuniões com os ministros Bento Albuquerque, de Minas e Energia; e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores. Além disso, apesar de não constar nos compromissos oficiais de Bolsonaro, está prevista na agenda de Paulo Guedes, ministro da Economia, uma reunião com o chefe do Executivo. Também pela manhã o presidente deve se reunir com o vice-presidente Hamilton Mourão.


Críticas à imprensa


Nesta quarta-feira, antes de ir despachar no Planalto, o presidente falou brevemente com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada. Para o grupo que o esperava em frente à residência oficial, o presidente disse que não falaria com a imprensa porque, segundo ele, jornalistas "inventam tudo". Antes ainda chegou a chamar a imprensa de "canalha", quando respondeu a um apoiador sobre a situação das lotéricas no País.
"Eu tenho parente meu que tem lotérica, mas é pequena. Toda vez que eu falo por lotérica essa imprensa canalha diz que eu estou fazendo pelo meu parente. Não tem nada a ver com isso", disse.