PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Vítima de infarto, ex-ministro Gustavo Bebianno é sepultado no Rio de Janeiro

O sepultamento foi realizado no Cemitério Municipal Carlinda Berlim, em Teresópolis, no Rio de Janeiro

Izadora Paula
19:37 | 14/03/2020
O ex-ministro do governo Bolsonaro faleceu neste sábado, 14, vítima de infarto
O ex-ministro do governo Bolsonaro faleceu neste sábado, 14, vítima de infarto (Foto: WILTON JUNIOR/AE)

Foi enterrado na tarde deste sábado, 14, o corpo do ex-ministro do governo Bolsonaro, Gustavo Bebianno, de 56 anos. O sepultamento foi realizado no Cemitério Municipal Carlinda Berlim, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. As informações são do jornal O Globo.

Ex-secretário-geral da Presidência, Bebianno faleceu vítima de um infarto fulminante na madrugada deste sábado em Teresópolis. Ele era pré-candidato a prefeito pelo PSDB no Rio.

Estiveram presentes no velório o governador de São Paulo, João Dória e o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo. Dória lamentou a morte de Bebianno. "Foi uma perda substantiva. Não apenas a perda de um ser humano, um pai, integrante de uma família vibrante. Perde a política brasileira e o país. Ele foi um patriota. Tinha uma enorme contribuição para dar ao Rio", narrou.

Conforme informações obtidas pela Agência Estado, o ex-ministro estava em casa com seu filho quando se sentiu mal, por volta das 4 horas. Ao ir ao banheiro tomar um remédio, ele desmaiou. Bebianno foi levado para um hospital da cidade, onde morreu.