PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Sem acordo, policiais, bombeiros e Governo marcam nova reunião

O prazo para conclusão da negociação é no início da semana que vem, segundo o deputado estadual, Soldado Noelio (Pros)

Carlos Holanda
18:13 | 10/02/2020
Primeira reunião entre representantes da categoria, Governo do Ceará e deputados termina sem acordo.
Primeira reunião entre representantes da categoria, Governo do Ceará e deputados termina sem acordo. (Foto: (Foto: Manuela Barroso/Especial para O POVO))

O cenário de indefinição permanece e nova reunião entre representantes de policiais e bombeiros militares e membros do Governo do Estado está marcada para a próxima quinta-feira, 13, às 9 horas, no salão nobre da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE). O prazo para conclusão da negociação é no início da semana que vem, segundo o deputado estadual, Soldado Noelio (Pros).

"Nós discutimos todas as propostas colocadas, foi feita uma explanação das contas do Estado, todo o avanço salarial na área de segurança nesses anos do governador Camilo Santana e nós definimos um cronograma de trabalho", disse o líder do Abolição na Casa, Júlio César Filho (Cidadania).

De acordo com o deputado federal Capitão Wagner, um dos entraves para o andamento efetivo das discussões foi a exposição de dados pelo Governo do Ceará, para que as entidades representativas pudessem apresentar contraproposta com maior embasamento. Assim, conforme anunciou o líder, estes números serão repassados já nesta terça-feira, 11, pelo secretário da Casa Civil, Élcio Batista. 

"Na quinta-feira a gente ficou de calcular este impacto e retornar aqui para que a gente possa negociar em torno daquilo que o Estado pode nesse momento negociar a categoria", afirmou Batista após a primeira reunião. Ele reafirmou compromisso do governador de aumentar a primeira parcela do pagamento do novo salário.

Com informações do repórter Henrique Araújo 

Ouça o podcast Jogo Político:

Listen to "Jogo Político" on Spreaker.