PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Secretário pede demissão após invadir tribuna da Câmara Municipal

Secretário foi armado à Câmara para rebater acusações do vereador Márcio Cruz. O coronel da PM José Maria Barbosa Soares já foi confirmado para assumir o cargo

Carlos Mazza
16:19 | 04/02/2020
Secretário tomou microfone da mão de outro vereador para rebater acusações de Márcio Cruz
Secretário tomou microfone da mão de outro vereador para rebater acusações de Márcio Cruz (Foto: Reprodução/TV Fortaleza)

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Antônio Azevedo, pediu demissão nesta terça-feira, 4, ao prefeito Roberto Cláudio (PDT). A saída da gestão ocorre horas após o secretário invadir a tribuna da Câmara Municipal para rebater acusações feitas pelo vereador Márcio Cruz (PSD).

A informação foi confirmada agora há pouco pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Fortaleza. "Secretaria Municipal de Segurança Cidadã passa a ter como titular em exercício o coronel PM José Maria Barbosa Soares, em substituição ao ex-secretário Antonio Azevedo Vieira Filho que pediu exoneração do cargo que ocupava desde janeiro de 2017".

Veja momento em que o secretário invadiu a tribuna da Câmara Municipal:

A confusão ocorreu na manhã desta terça na Câmara, após Cruz, em um pronunciamento da tribuna da Casa, acusar o secretário de ser "advogado de facção criminosa". Momentos depois, quando um outro vereador, Plácido Filho (PSDB), fazia uso da palavra, Azevedo entrou no plenário, tomou o microfone do parlamentar e passou a rebater as acusações.

Leia também:

"Não me furtarei de continuar trazendo denúncias", diz Marcio Cruz após briga com secretário

Chamado de advogado de facção por vereador, secretário interrompe sessão da Câmara

Segundo Fábio Aquino, assessor do vereador Márcio Cruz, o secretário estava armado e ameaçou o vereador, que registrou Boletim de Ocorrência. Azevedo é policial federal aposentado. A situação foi gravada pela transmissão ao vivo da Câmara no YouTube, que foi interrompida imediatamente e excluída da plataforma da instituição.

O assessor de Márcio Cruz ainda afirma que o secretário Azevedo teria obstruído o carro particular do vereador com uma "viatura da Guarda Municipal de Fortaleza descaracterizada", modelo Duster de cor branca.

Presidente da Câmara condenou ação do secretário

Depois da confusão, o secretário chegou a se reunir no Paço Municipal, por volta das 14h30min, com Roberto Cláudio e o presidente da Câmara, Antônio Henrique (PDT). Pela manhã, era intensa a pressão de vereadores de Fortaleza pela saída do secretário. O próprio Antônio Henrique, após o episódio, fez pronunciamento condenando o caso: "Eu não admito, nós não temos como admitir, o que aconteceu aqui com o secretário Azevedo", disse.

"Quando ele entrou nesse plenário, sem autorização, sem a permissão devida, para aqui se defender. Ele poderia ter usado sua defesa, pedido um direito de resposta, protocolado um ofício, com certeza iríamos avaliar e ele iria poder se posicionar, se defender. Agora, nós não admitimos isso aqui (...) liguei para o prefeito Roberto Cláudio e fiz questão de registrar isso, de marcar uma reunião", diz.

Íntegra da nota da Prefeitura:

A Prefeitura Municipal de Fortaleza informa que, a partir desta data (04.02.2020), a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã passa a ter como titular em exercício o coronel PM José Maria Barbosa Soares, em substituição ao ex-secretário Antonio Azevedo Vieira Filho que pediu exoneração do cargo que ocupava desde janeiro de 2017.