PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Ao som de MC Reaça e Hino, MBL, Vem pra Rua e Endireita Brasil fazem ato no Rio

14:31 | 30/06/2019
Manifestantes fazem ato em apoio à Lava Jato, ao ministro Sergio Moro, e ao governo do presidente Jair Bolsonaro, na Praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.
Manifestantes fazem ato em apoio à Lava Jato, ao ministro Sergio Moro, e ao governo do presidente Jair Bolsonaro, na Praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Com oito carros de som, dois guindastes com grandes bandeiras do Brasil e quase na totalidade vestidos de verde e amarelo, apoiadores do governo Bolsonaro ocupam desde um pouco antes das 10h deste domingo, 30, cerca de seis quadras da Avenida Atlântica, em Copacabana, em apoio ao ministro Sergio Moro e gritando palavras de ordem contra o STF, o Congresso e o PT.

Patrocinado pelos mesmos movimentos que estavam ao lado de Bolsonaro na campanha eleitoral - MBL, Vem pra Rua e Endireita Brasil -, o manifesto nascido pra apoiar o ministro da Justiça, Sergio Moro, acusado pelo site Intercept de abuso de poder na Operação Lava Jato, tem como uma das trilhas sonoras o MC Reaça, que se suicidou após espancar a amante, revezando espaço com as palavras de ordem e o Hino Nacional.

"O STF é uma vergonha", "Rodrigo Maia se acha 1º ministro", "Fora PT" e a velha política, e até mesmo críticas ao Nióbio, recentemente alvo de uma "live" na internet do presidente Bolsonaro, faziam a festa das pessoas que vieram prestigiar o ministro Moro em um típico dia de "veranico", com sol e calor de mais de 30 graus na orla de Copacabana.

De acordo com um dos coordenadores do MBL, Carlos Eduardo Moraes, o evento ficará parado e tem por objetivo chamar também a atenção para a necessidade da aprovação da reforma da Previdência, além de apoio ao decreto das armas e a redução da maioridade penal. A previsão é de que o evento dure pelo menos toda a manhã, segundo Moraes.

Agência Estado