PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Maia cancela agenda em São Paulo e fica em Brasília nesta segunda-feira

11:47 | 10/06/2019
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cancelou a agenda que tinha nesta segunda-feira, 10, pela manhã em São Paulo e decidiu ficar em Brasília. Não foi informado o motivo da mudança de agenda.
Na capital paulista, o deputado deveria participar da abertura do 8º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, evento do qual participa também a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP).
Há uma expectativa de que Maia se encontre nesta segunda com o presidente da República, Jair Bolsonaro, mas a informação não foi confirmada pelas assessorias.
Esta é uma semana decisiva para o parlamento. O relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), deve apresentar seu relatório até o fim do período. No domingo, Moreira afirmou que fará mudanças na proposta do governo em relação à capitalização e que poderá incluir mais uma regra de transição, além das três sugeridas, para quem está próximo de se aposentar. O deputado também decidiu adiar a apresentação do seu parecer para quinta-feira, 13.
Na terça-feira, governadores de todo o País se reúnem em Brasília, principalmente para debater a reforma da Previdência e insistir para que Estados e municípios sejam mantidos no texto de Moreira.
Há ainda a pressão para que o PLN4, que autoriza um crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões, seja aprovado pelo Congresso. Esses recursos são necessários para custear programas como o BPC, Bolsa Família e Plano Safra, entre outros. Este último é considerado fundamental pelo agronegócio. A Comissão Mista de Orçamento adiou para terça-feira a nova tentativa de aprovar o projeto.
Também está em curso uma tentativa de destravar o chamado "Pacto entre Poderes". Integrantes do governo se reuniram ontem com Bolsonaro, na Granja do Torto, para amarrar um texto que possa ser alinhado com os outros chefes de Poderes. O assunto pode ser um dos temas a ser tratado entre Maia e Bolsonaro, caso eles se reúnam ainda nesta segunda-feira.

Agência Estado

TAGS