PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"Racismo é coisa rara no Brasil", diz Bolsonaro

O presidente da República concedeu entrevista ao programa da apresentadora Luciana Gimenez, na noite dessa terça-feira, 7

17:50 | 08/05/2019
Presidente Jair Bolsonaro e apresentadora Luciana Gimenez
Presidente Jair Bolsonaro e apresentadora Luciana Gimenez(Foto: Reprodução/RedeTV)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que “racismo é coisa rara” no Brasil, em entrevista à apresentadora Luciana Gimenez, no programa Luciana By Night, da Rede TV, na noite dessa terça-feira, 7.

Ao contar histórias do seu período no Exército, Bolsonaro lembrou que salvou um dos colegas do seu grupo que, “por coincidência, é negro". "Da mesma matiz do Hélio Negrão. Se eu fosse racista: o negão caiu dentro da água e eu ia fazer o que? Eu ia cruzar os braços. Entrei lá. Na segunda vez que mergulhei, consegui trazer o negão do fundo da lagoa”. As declarações do presidente repercutiram nas redes sociais.

“O tempo todo tentam jogar o negro contra o branco, homo contra hétero ou pai contra filho. Desculpe o linguajar de um presidente da República, mas isso já encheu o saco”, esbravejou o presidente.

Luciana Gimenez perguntou por quais razões Bolsonaro não se utilizou desses argumentos em sua campanha no ano passado. “Poderia ser um apelo”, respondeu o presidente, que revelou que poderia ter usado o fato para se defender, mas preferiu não fazê-lo. “Achei que não era o caso de falar. Iam achar que estava apelando”.

Confira entrevista na íntegra:

Redação O POVO Online