PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Planalto pode proibir uso de calça jeans por servidores e visitantes

A proibição, que deverá atingir servidores e pode ser estendida aos visitantes, já estaria em vigor em alguns setores

18:32 | 17/04/2019
Palácio do Planalto
Palácio do Planalto(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O Palácio do Planalto estaria estudando a publicação de uma normativa que proíbe o uso de calça jeans no prédio. A proibição, que deverá atingir servidores e pode ser estendida aos visitantes, já estaria em vigor em alguns setores.

De acordo com uma reportagem publicada pelo Metrópoles, funcionários afirmam que a recomendação é que homens trajem calça social e mulheres, saia ou calça social, além de vestidos na altura dos joelhos.

A Secretaria-Geral da Presidência da República teria explicado que as regras para entrada no órgão podem ser reformuladas. "A atualização das normas de acesso ao Palácio do Planalto ainda estão em estudo pelos órgãos competentes", afirmou em nota.

O POVO Online solicitou à Secretaria Geral a confirmação da informação por e-mail. A pergunta não foi respondida. Em relação ao questionamento sobre a norma vigente de acesso ao público em geral no Palácio do Planalto, a assessoria do órgão enviou um document, que indica que é "proibido o uso de vestimentas inadequadas, assim consideradas aquelas que, tendo em vista o padrão médio de comportamento local, são incompatíveis ou não condizem com o respeito, o decoro e a austeridade da Administração Pública."

Regras de vestuário do governo

Em outros prédios da Esplanada dos Ministérios já existem restrições quanto às vestimentas dos visitantes. No Congresso, é proibida a entrada de pessoas vestindo bermudas, shorts, camisas sem mangas, minissaias e chinelos nos dias úteis. Essas regras se aplicam a maiores de 12 anos de idade.

Recomenda-se aos homens o uso de calça, camisa e sapatos fechados. Para mulheres, calça comprida, camisa com manga, vestido ou saia na altura do joelho. Caso o visitante não esteja com vestimenta adequada, o site informa que uma calça descartável de TNT é vendida pela Lojinha da Câmara por R$ 5.

Em algumas circunstâncias ou locais, como a Tribuna de Honra do Plenário do Senado ou o Salão Verde da Câmara, é exigido dos homens o uso de terno e gravata

Para acessar a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, as recomendações são similares. É preciso usar calça, camisa e sapatos fechados. Para as mulheres, recomenda-se calça comprida, camisa com manga, vestido ou saia na altura do joelho.

No caso do Supremo Tribunal Federal (STF), é recomendado aos visitantes que usem terno e gravata, no caso dos homens, e vestido, tailleur ou terninho para as mulheres.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) proíbe a entrada com shorts, bermudas, camiseta sem manga, miniblusas, minissaias, trajes de banho, de ginástica e chinelo.

Izadora Paula