PUBLICIDADE
Notícias

PAUTA DE POLÍTICA - QUINTA-FEIRA, 7

17:24 | 07/02/2019
LAVA JATO/LULA/CONDENAÇÃO/SÍTIO DE ATIBAIA - Em pedido protocolado no Supremo Tribunal Federal (STF), a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) solicitou que a ação relativa ao sítio em Atibaia (SP) seja retirada da 13ª Vara Federal de Curitiba, que condenou Lula nesta quarta-feira, 6, a 12 anos e onze meses de reclusão, e enviada para a Justiça Federal de Brasília. Com isso, os advogados do petista pedem que todas as decisões tomadas pela 13ª Vara na ação, sob comando da juíza Gabriela Hardt, sejam anuladas. A notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi novamente condenado no âmbito da Lava Jato na quarta-feira, 6, com sentença de 12 anos e 11 meses, desta vez por corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro no processo do sítio de Atibaia, provocou repercussão na imprensa internacional.
BOLSONARO/INTERNAÇÃO - O presidente Jair Bolsonaro apresentou na noite da quarta-feira, 6, um episódio isolado de febre sem outros sintomas associados, informou nesta quinta-feira, 7, o Hospital Israelita Albert Einstein. Em boletim, a equipe médica ressaltou que ele foi submetido a tomografia de tórax e abdômen "que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia". As visitas seguem restritas.
DERSA/DESVIOS/PAULO VIEIRA/PENA - A força-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo pediu à Justiça uma pena de mais de 80 anos de prisão para o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza. Em alegações finais entregues à Justiça, a Procuradoria da República requereu pena máxima para o ex-diretor da Dersa em ação que apura desvios de R$ 7,7 milhões das obras do trecho sul do Rodoanel e da ampliação da avenida Jacu Pêssego e ainda a condenação de outros réus.
LEI ANTICRIME/PROJETO/MORO - O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, fez nesta quinta-feira, 7, uma defesa enfática da criminalização do caixa dois, um dos pontos do projeto anticrime apresentado por ele no começo da semana.
SENADO/PARTIDOS/TROCAS - Mesmo após uma eleição marcada pelo discurso de nova práticas política, 12 senadores já trocaram de partidos desde outubro do passado até este mês fevereiro, quando se iniciou a nova legislatura no Senado Federal. O troca-troca partidário acabou por mudar a dinâmica de forças nas bancadas da Casa, diminuindo a importância de siglas tradicionais como o PSDB e colocando em destaque novos grupos partidários como o Podemos e o PSD.
ONYX LORENZONI/EXONERAÇÃO TEMPORÁRIA - O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 7, traz a exoneração de Onyx Lorenzoni do cargo de ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República. De acordo com a pasta, o afastamento do ministro é temporário. "Ele reassumiu como deputado federal para desarquivar os projetos, como é de praxe em cada nova legislatura. Deve retornar ao cargo de ministro amanhã (sexta-feira, 8) mesmo", explica.
PETROBRAS/PATROCÍNIOS - As mudanças na política cultural e de publicidade prometidas pelo presidente Jair Bolsonaro no período eleitoral chegaram à Petrobras, destaca o jornal O Estado de S. Paulo. A empresa avalia romper contratos firmados nos governos anteriores, principalmente com grandes grupos de teatro e cinema e com a imprensa profissional. Na nova gestão, o dinheiro deve ir para as redes sociais e artistas menos conhecidos, segundo apurou o Estadão/Broadcast. (MATÉRIA JÁ ENVIADA).
TAGS