PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

TRE faz novos cálculos de votos após decisões judiciais, mas lista de deputados eleitos não muda

Lia Ferreira Gomes, Domingos Filho e Maria Ediene Monteiro, que estavam indeferidos, tiveram votos computados. Mas, não mudou a composição da Assembleia Legislativa

17:30 | 14/12/2018
O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) realizou nesta sexta-feira, 14, retotalização de resultados da Eleição 2018. A medida se deu em razão de decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter mudado situações de registros de candidaturas à Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) e à Câmara dos Deputados.
 
Nesse processo, o tribunal validou os votos de Lia Ferreira Gomes (PDT), 6.598, e Domingos Filho (PSD), 2.118. Eles tentaram assento na Assembleia. Também foram validados os votos da candidata ao cargo de deputada federal Maria Ediene Monteiro (PP), 1.560.
 
O procedimento alterou o quociente eleitoral para cargos de deputado federal, de 208.842 para 208.913, e para deputado estadual, de 99.375 para 99.564. Quociente eleitoral é a quantidade mínima que cada sigla ou coligação precisa ter para eleger um integrante.
 
Cogitava-se, conforme o Blog do Eliomar, que os votos computados para Lia Gomes poderiam ir em direção a Lucílvio Girão (PP), da mesma coligação e primeiro suplente. Assim, a recontagem poderia prejudicar Soldado Noélio (Pros) e Walter Cavalcante (MDB).
 
Entretanto, a ação desta sexta-feira não modificou a lista de eleitos. "Estão mantidos os mesmos nomes já anunciados pela Justiça Eleitoral, apenas com o acréscimo dos candidatos na suplência das coligações", comunicou a assessoria de imprensa do TRE.
 
Redação O POVO Online
TAGS