PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Confira o que mostram as principais pesquisas para presidente divulgadas neste sábado

Ibope, Datafolha, CNT/MDA e Vox Populi/Brasil divulgaram novas porcentagens da disputa presidencial. No geral, pesquisas apontam diminuição de diferença entre candidatos

21:34 | 27/10/2018
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1]Na véspera do segundo turno, que ocorre neste domingo, 28/10, quatro institutos divulgaram as últimas pesquisas de intenção de voto antes da votação. Em todas as pesquisas, Ibope, Datafolha, CNT/MDA e Vox Populi/Brasil 247, foi apontada diminuição da diferença entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) considerando as últimas consultas divulgadas por cada instituto.
 
Foram entrevistados 3.010 eleitores entre os dias 26 a 27 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é 95%. A diminuição da diferença entre os dois candidatos comparando a última pesquisa do instituto foi de sete pontos percentuais. A vantagem de Bolsonaro era de 15 pontos e caiu para oito.
 
A Pesquisa ouviu, na sexta-feira, 26, e neste sábado, 27, 18.371 eleitores. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro de 2%. A diminuição da diferença entre os dois candidatos comparando à última pesquisa do instituto foi de dois pontos percentuais: era de 12 pontos e caiu para 10.
 
A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Entre os dias 26 e 27 de outubro, o levantamento ouviu 2.002 eleitores em 137 municípios e tem nível de confiança de 95%. A diminuição da diferença entre os dois candidatos comparando à última pesquisa do instituto foi de 0,4%. Na pesquisa anterior, Bolsonaro tinha 57% e Haddad, 43%.
 
Com margem de erro de 2,2 pontos percentuais, a confiança do levantamento é de 95%. 2.000 eleitores, entre 16 anos ou mais, foram ouvidos em 121 municípios. A diminuição da diferença entre os dois candidatos em comparação com a última pesquisa do instituto, foi de 6 pontos percentuais. Na anterior, Bolsonaro tinha 53% e Haddad, 47%.
 
Redação O POVO Online 
TAGS