Boulos declara apoio a Haddad no segundo turno Notícias de Política 

PUBLICIDADE
Notícias


Boulos declara apoio a Haddad no segundo turno

Candidato do Psol defendeu democracia e criticou "fascismo"

10:34 | 08/10/2018
NULL
NULL
[FOTO2] 
Após derrota no primeiro turno, o candidato Guilherme Boulos (Psol) declarou que irá apoiar a candidatura de Fernando Haddad (PT) à Presidência neste segundo turno. O petista deve enfrentar Jair Bolsonaro (PSL). No Twitter, Boulos afirmou que o objetivo é ir para as ruas “derrotar o fascismo”. Para ele, votar em Haddad significa “eleger quem representa a democracia”.
 
[VIDEO1] 
 
[SAIBAMAIS] Haddad obteve 29,24% dos votos (30,6 milhões), contra 48,9 milhões (46,06%) do adversário do PSL. Durante pronunciamento nacional na noite de domingo, 7, o petista disse que contatou Ciro Gomes (PDT). O pedetista, que ficou em terceiro lugar, mencionou a luta pela democracia em entrevista após a apuração e o bordão contra Bolsonaro: “Ele não”, indicando quem não apoiará neste segundo turno.
 
Marina Silva ligou para o petista logo após a apuração. Haddad conta que elogiou a elegância dela durante o primeiro turno. “Tenho muito respeito e consideração por todos”, disse o presidenciável sobre os concorrentes em post no Twitter.
 
Câmara dos Deputados
 
O Partido dos Trabalhadores conseguiu eleger a maior bancada da Câmara nestas eleições, com 56 integrantes. Depois do PT, a sigla que mais conseguiu resultados positivos nas eleições foi a de Bolsonaro, com 52 das 513 vagas. O apoio dos candidatos eleitos deve ser sentido no segundo turno. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS