Homem é detido com R$ 70 mil, remédios e santinhos de candidato a deputado federalNotícias de Política 

PUBLICIDADE
Notícias


Homem é detido com R$ 70 mil, remédios e santinhos de candidato a deputado federal

Conforme O POVO Online apurou, ele foi candidato derrotado a prefeito de Eusébio nas últimas eleições. Material foi encaminhado à Polícia Federal e homem foi liberado

15:13 | 06/09/2018
NULL
NULL
Atualizada às 16h13min.
[FOTO1] 

Homem foi detido na madrugada desta quinta-feira, 6, no bairro Novo Portugal, com R$ 72.021,95, milhares de cápsulas de medicamentos e uma caixa com panfletos do candidato a deputado federal Roberto Pessoa (PSDB). O material foi apreendido e teria sido encaminhado à Polícia Federal (PF), segundo O POVO apurou. O suspeito foi liberado após prestar depoimento na Delegacia Metropolitana do Eusébio, informou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 
 
[FOTO2]
Ainda de acordo com a pasta, policiais militares faziam patrulhamento no bairro quando avistaram o veículo suspeito. Após a abordagem, o dinheiro, os santinhos e as cápsulas foram encontradas. De acordo com fonte da Polícia Civil, sob condição de anonimato, o suspeito do crime eleitoral é Mauro Henrique Nascimento Ramalho, conhecido como Dr. Mauro, candidato derrotado à Prefeitura do Eusébio nas eleições de 2016. 

A assessoria de imprensa do candidato Roberto Pessoa negou relação com o homem detido. "Tomamos conhecimento, por meio das redes sociais, que circulam imagens de uma suposta apreensão (...) Desde já, a Coordenação da Campanha se coloca à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento e para auxiliar a apurar o acontecimento, que claramente tenta prejudicar a imagem do candidato Roberto Pessoa, que tem uma vida pública construída dentro da legalidade, da ética e da seriedade", argumentou em nota. A assessoria ainda ressalta que o homem prestous esclarecimentos e foi liberado. 

A assessoria de imprensa da PF disse desconhecer o caso, assim como o Ministério Público Eleitoral (MPE). O POVO Online não conseguiu contato com Dr. Mauro.


[FOTO3] 
Redação O POVO Online
TAGS