General Theophilo diz ser contra facilitar porte de armas para populaçãoNotícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias


General Theophilo diz ser contra facilitar porte de armas para população

Ele também afirmou que não concorda com a pena de morte. Sobre redução da maioridade, ele ser a favor para alguns casos

12:22 | 03/09/2018
NULL
NULL
[VIDEO1]
 
Durante sabatina com jornalistas do Grupo de Comunicação O POVO, o candidato ao Governo do Ceará, General Teophilo (PSDB), afirmou ser contra a liberação do porte de armas para a população. O candidato opinou ainda sobre outros temas polêmicos, como legalização do aborto e de drogas, também se posicionando negativamente.
 
[FOTO1]
 
[SAIBAMAIS] Sobre a redução da maioridade penal, o candidato disse que o tema teria de ser discutido mais aprofundadamente e afirmou ser favorável em alguns casos. Ele também foi contra instituir pena de morte no Brasil. O reservista, que já deu declarações afirmando que a ditadura militar foi um "contra-golpe democrático", disse ser contra intervenção militar. Ele criticou a intervenção no estado do Rio de Janeiro, opinando que a instauração seria uma prática política para barrar a votação da reforma da previdência.
 

General disse que não se sente responsável pelos problemas da ditadura militar, como torturas e abusos de poder por parte do exército. Para ele, a população não deve “olhar para o retrovisor”. Mesmo sendo a favor da democracia, o candidato lembrou de momentos em que alguns setores da população pediam por intervenção, como na greve de caminhoneiros.
 
Redação O POVO Online 
TAGS