Dois municípios cearenses também elegerão prefeitos em outubro, por causa de cassaçõesNotícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias


Dois municípios cearenses também elegerão prefeitos em outubro, por causa de cassações

No dia 28 de outubro, os eleitores destes municípios irão às urnas para escolher prefeito e vice. Veja os motivos

15:11 | 14/09/2018
NULL
NULL
[FOTO1]Dois municípios cearenses terão eleições suplementares neste ano. O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) definiu o calendário do pleito em Croatá e Aracoiaba. No dia 28 de outubro, mesma data do 2º turno das eleições gerais, os eleitores destes municípios irão às urnas para escolher prefeito e vice.
 
[SAIBAMAIS] Os candidatos devem ser registrados nos Cartórios Eleitorais das Zonas 67ª (Aracoiaba)  e 74ª (Croatá, com sede em Guaraciaba do Norte) até o dia 25 de setembro. 
 
Os gestores de Croatá foram afastados em 14 de agosto deste ano, quando por maioria dos votos o TRE-CE cassou os mandatos do prefeito, Thomaz Farias de Aragão (PDT), e o vice-prefeito, José Antônio Rodrigues de Aragão, além de declarar a inelegibilidade de ambos por oito anos.
 
Na condenação, foi incluído o radialista Cyro Leopoldo Aragão. Os três foram punidos por abuso do poder econômico e a utilização indevida dos meios de comunicação social, ao utilizar uma rádio local para campanha eleitoral.
 
Em Aracoiaba, O TRE-CE  rejeitou em 30 de agosto, o recurso do prefeito, Antônio Cláudio Pinheiro (PSDB), e sua vice, Maria Valmira Oliveira (PSDB), a “Dona Bill”, confirmando cassação da chapa dos dois por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016. A mãe do cantor Wesley Safadão havia renunciado ao mandato em dezembro do ano passado, porém, tanto ela quanto o prefeito ficarão inelegíveis até 2024. Dona Bill é mãe do cantor Wesley Safadão.
 
Segundo investigação do Ministério Público do Estado (MP-CE), os parlamentares teriam cometido diversas irregularidades na campanha de 2016. De acordo com o órgão, a dupla teria inclusive propagandeado como “doações de recursos próprios” diversas ambulâncias distribuídas com dinheiro de empresas.
 
Redação O POVO Online
TAGS