PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Marcelo Mota retira candidatura e declara apoio a Erinaldo Dantas na disputa na OAB Ceará

O atual presidente da OAB desistiu da reeleição. Dissidência dentro da diretoria levou à candidatura da vice-presidente Roberta Vasques

Érico Firmo
15:00 | 29/08/2018
Marcelo ao lado de Erinaldo, ambos de terno e sorridentes (Foto: )
Marcelo ao lado de Erinaldo, ambos de terno e sorridentes (Foto: )
[FOTO1]O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil secção Ceará (OAB-CE), Marcelo Mota, retirou a candidatura à reeleição e anunciou apoio a Erinaldo Dantas na eleição para presidente da entidade. Erinaldo é atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (Caace).
 

Erinaldo concorreu duas vezes a presidente, contra Valdetário Monteiro. Em 2009, perdeu por diferença de 22 votos. Em 2012, novamente concorreu, mas Valdetário foi reeleito com vantagem de 710 votos. Em 2015, Erinaldo e Valdetário se uniram em torno de de Marcelo Mota.
 

Por meio de sua assessoria, Marcelo Mota ressaltou que sua luta nunca foi pessoal, nem nunca teve projeto político  à frente da OAB Ceará. Ele fez ainda elogios ao candidato. "Com currículo de dispensa apresentações, Erinaldo galgou e conquistou espaços em seguidas gestões da Ordem Cearense, seja como conselheiro, como presidente de comissão, como tesoureiro ou como presidente da CAACE, cargo que ocupa em nossa gestão", disse, por meio de sua assessoria.
 

Defendeu ainda a necessidade de renovação. "Chegou a hora de renovar, oxigenar, reunir forças e continuar o combate em defesa da advocacia".
 

Erinaldo agradeceu o apoio. "Toda minha vida foi dedicada à advocacia e sinto que, neste momento, estou preparado para todos os desafios que o cargo de presidente de Ordem impõe. Nosso projeto é fazer uma gestão plural, diversificada e voltada para os interesses da classe".
 

Disputa
 

[SAIBAMAIS]No último domingo, 26, a vice-presidente da Ordem, Roberta Vasques, lançou candidatura. Secretário-geral adjunto, Fábio Timbó retirou candidatura para apoiá-la. Ambos romperam com o presidente Marcelo Mota.
 

A eleição para a presidência da OAB Ceará no triênio 2019-2021 será na segunda quinzena de novembro.
TAGS