PUBLICIDADE
Notícias

Prefeitura entrega 45° ecoponto de Fortaleza, no bairro Luciano Cavalcante

O novo equipamento fica na Rua Jaime Leonel, esquina com a Rua Monsenhor Carneiro da Cunha

14:14 | 14/07/2018
NULL
NULL
O prefeito Roberto Cláudio (PDT) inaugurou na manhã deste sábado, 14, o 45° Ecoponto de Fortaleza, no bairro Luciano Cavalcante. Na ocasião, ele afirmou que a meta é implementar mais 15 desses equipamentos até o fim deste ano e que contará com um investimento de R$ 12 milhões do Banco Mundial, que deverá ser concluído no próximo semestre. 
 
[FOTO1] 
O novo equipamento fica na Rua Jaime Leonel, esquina com a Rua Monsenhor Carneiro da Cunha, e oferece o benefício do programa Recicla Fortaleza, que dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis. Este é o 8º ecoponto da Regional II. 
 
“Ao longo dessa política de construção de ecopontos nós já alcançamos alguns resultados. O primeiro foi a redução, em torno da metade, do número de lixões permanentes de Fortaleza. O outro é que a média nacional de lixo reciclado é 3%, e aqui nós estamos com cerca de 8% e nossa meta é chegar aos 12% até o fim do mandato”, afirmou o prefeito.

Benefícios
A partir da troca de materiais recicláveis por benefícios do programa Recicla Fortaleza, a população obterá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único, impactando positivamente o cenário urbano e socioeconômico da Regional II, que passa a contar com oito equipamentos similares.
 
“Nosso objetivo é reduzir lixões e despertar uma nova consciência ambiental a partir de estímulos para a população não jogar o lixo na rua e trazer para este espaço. Quando cada Ecoponto deste é aberto, a gente consegue acabar com os lixões em um raio de cerca de 300 metros”, reforçou o prefeito.
 
Os ecopontos oferecem estrutura adequada ao descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h.
 
Outros 44 Ecopontos já foram implantados e encontram-se em pleno funcionamento, estando distribuídos nos bairros Centro, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Vila do Mar, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Vicente Pinzon, Guararapes, Cocó, Jóquei Clube, Pici, Autran Nunes, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Damas, Parangaba, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Aracapé, Granja Portugal, Jardim Cearense, Mondubim, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga, Dias Macedo e Sítio São João.
 
Recicla Fortaleza
O programa Recicla Fortaleza oferece desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).
 
Para se ter acesso aos benefícios é simples. Basta procurar um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.
 
A iniciativa já conta com a adesão de cerca de 20 mil fortalezenses. De acordo com o titular da SCSP, João Pupo, a expectativa da Prefeitura de Fortaleza é de continuar fomentando a adesão da população à iniciativa.
 
"Essa adesão sugere que há fortalezenses que, por exemplo, não pagam mais conta de energia ou fazem todos os seus trajetos em transporte público apenas com os créditos do Bilhete Único. Ainda este ano, a gente pretende passar a trocar lixo reciclável por dinheiro, que poderá ser utilizado em supermercados, feiras ou trocado em caixas eletrônicos. É mais um estímulo que a gente oferece ao aumento da adesão da população à ideia”, disse.
 
Vidro

- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)

- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel

- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico

- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros

- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados). 
 
TAGS