PUBLICIDADE
Notícias

"Vai ser um massacre", diz deputada confiante na reeleição de Camilo Santana

A declaração é da deputada Dra. Silvana (PR), que juntamente com outros 37 deputados estaduais e 10 federais participou de encontro com o governador petista

14:19 | 19/07/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
A base de apoio do governador Camilo Santana (PT) está confiante em relação à campanha que se aproxima. Na noite desta quarta-feira, 18, 38 deputados estaduais e dez federais participaram de uma reunião com o petista, em sua residência oficial, no Meireles. Saindo animados do encontro, parlamentares conversaram com O POVO Online, acreditando na força política do governador.

De acordo com o deputado federal Cabo Sabino (PR), tanto o governador quanto as bancadas fizerem balanços sobre seus mandatos. Ele informou que o presidente da Assembleia Legislativa (AL-CE), deputado Zezinho Albuquerque (PDT), "falou em nome dos deputados estaduais". "Foram abordadas as tratativas, inclusive, das coligações, da chapa majoritária. Acho que hoje, efetivamente, a gente tem a largada do período eleitoral de 2018", declarou.
 
Do mesmo partido, a deputada estadual Dr. Silvana mostrou-se confiante em relação ao governador, que terá "vitória esmagadora" no primeiro turno, segundo ela. "Preocupados estamos nós, os deputados, que conconcorremos entre si. Mas para o governador não tem preocupação. Vai ser um massacre", garantiu a parlamentar.
 
Em clima descontraído, Dr. Silvana teceu ainda muitos elogios ao governador que, de acordo com ela, lhe "cativou", tirando-a da oposição para compor sua base. "Ele é muito cativante. É um governador comum, como nós. Na reunião aqui, ele ofereceu cafezinho, água de coco, e nós (deputados) ficamos todos felizes", brincou a deputada.
 
"Eu me sinto 'bem em casa', com Camilo. Estou gostando de estar ao lado dele, que é uma pessoa bem 'pé no chão'", complementou. Colega de Dr. Silvana na AL-CE, o deputado Audic Mota (PSB) disse que os parlamentares presentes na reunião manifestaram apoio à reeleição do governador. "E, como um bom aliado, vou trabalhar para que Camilo ganhe no primeiro turno. É a minha torcida e acredito que isso é possível, sim", assegurou.

TAGS