PUBLICIDADE
Notícias

Uma das autoras do impeachment, Janaína Paschoal ganha força para ser vice de Bolsonaro

Janaína Paschoal é filiada ao PSL, mesmo partido de Jair Bolsonaro, e ficou sabendo por terceiros da possibilidade de postular a presidência

12:33 | 19/07/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Na corrida eleitoral para chegar ao Palácio do Planalto, o nome de Janaína Paschoal(PSL), uma das autoras do impeachment que destituiu a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), passou a ser uma das favoritas para concorrer a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro, membro do mesmo partido da advogada. A três dias da convenção partidária do PSL, Bolsonaro ainda não tem vice definido e enfrenta isolamento.
 
 
[QUOTE1]Após a negativa de Magno Malta (PR) para disputar ao lado de Bolsonaro à Presidência da República, e proibição do PRP ao general da reserva Augusto Heleno de também se aliar ao pré-candidato, o nome de Janaína tem ganhado força dentro do partido. No entanto, apesar de filiados à mesma legenda, a advogada nunca esteve com Bolsonaro. De acordo com ela, a única interação foi por telefone quando a advogada se filiou ao PSL.
 
 
[SAIBAMAIS]A dobradinha partidária agrada Janaína. "Se essa dupla acontecer, será para revolucionar o País", afirmou. Em entrevista À Rádio Eldorado, a autora do impeachment afirmou ser uma "pessoa difícil" e de "forte personalidade" e, por isso, a parceria com Bolsonaro poderia revolucionar o País. 
 
"Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o País, seria algo significativo", avaliou a advogada durante a entrevista. Ainda durante a conversa, Janaína mostrou alinhamento com os posicionamentos políticos de Bolsonaro e afirmou que irá "governar com o povo", caso eleita. 
  
Redação O POVO Online 
TAGS