PUBLICIDADE
Política
Justiça

Lula perde assessores e outros benefícios garantidos a ex-presidentes da República

12:43 | 17/05/2018

O petista foi preso em abril deste ano (Foto: Marcello Casal Jr/Agencia Brasil)
 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) perdeu os benefícios que possuía por ter ocupado a Presidência da República. Sob ordem do juiz federal Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas, o petista perde a equipe de quatro seguranças, dois assessores e dois motoristas, além de carros oficiais.

 

O pedido foi apresentado à Justiça por advogado ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL), Rubens Gatti Nunes. Agora, de todos os ex-chefes do Executivo nacional vivos, apenas Lula não tem os servidores. 

 

Para tomar a decisão, o magistrado considerou a atual situação do político, preso em cela especial na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná. Segundo ele, Lula tem "muito mais segurança do que tivera quando livre, com alguns agentes a acompanhar-lhe aonde fosse".

Para o juiz federal, é desnesessário deixar carros à disposição de alguém com direito de locomoção restrito, além de assessores para uma pessoa afastada da atividade profissional e política. 

 

"Trata-se, nesse ponto, do ato administrativo de manutenção do fornecimento e custeio de serviço de seguranças individuais, veículos com motoristas e assessores a um ex-presidente que cumpre pena longa, de doze anos e um mês de reclusão. Mesmo a possibilidade de progressão, além de mera expectativa no momento, ocorreria apenas após mais de dois anos", aponta. 

 

Redação O POVO Online