PUBLICIDADE
Notícias

Termina prazo e Lula não se entrega

17:00 | 06/04/2018
NULL
NULL

[FOTO1]Terminou às 17 horas o prazo para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se entregar à Polícia Federal. O juiz Sergio Moro havia estabelecido o horário como limite para o petista se entregar voluntariamente. Lula, porém, permaneceu em sala do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Acompanhe em tempo real o que se passa em São Bernardo.

 [SAIBAMAIS]

Delegado da Polícia Federal no Paraná, Igor Romário de Paula havia dito que a ordem de prisão será cumprida de qualquer jeito. Nesta tarde, o ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de medida liminar para evitar a prisão.

 

Igor Romário de Paula afirmou que, após tentativas de negociação, Lula teria respondido que quer que a PF vá buscá-lo no sindicato, onde está mantido com protestos de manifestantes favoráveis ao ex-presidente.

 

O ex-presidente foi atendido nesta tarde pelo médico Gustavo Johnen por volta das 15 horas. "Tragam um desfibrilador. Ele está muito emocionado, é diabético e a pressão está alta", disse o médico. Parlamentares próximos negam mau estado de saúde, apesar de desfibrilador ter sido fotografado por jornalistas no local.

Redação O POVO Online 

TAGS