PUBLICIDADE
Notícias

Sindicato dos metalúrgicos onde Lula se encontra está cercado e sem água

15:28 | 06/04/2018
NULL
NULL
[FOTO1] 
O abastecimento de água na sede do Sindicato do Metalúrgicos, em São Bernardo, no estado de São Paulo, está suspenso desde a madrugada desta sexta-feira, 6. Informação foi repassada à reportagem do O POVO Online, que se encontra na cidade. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está no local também desde a madrugada. Foi no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC que o ex-presidente começou a carreira política.

Na tarde da última quinta-feira, 5, o juiz Sergio Moro decretou a prisão do petista, e deu prazo para que ele se apresente à polícia até 17 horas desta sexta-feira.
 
Após o mandado de prisão ser expedido, o petista apareceu em foto que circulou em redes sociais com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o pré-candidato à Presidência Guillherme Boulos (Psol), a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, além de outros líderes políticos. 
 
[SAIBAMAIS]Cercado 

Conforme O POVO Online apurou, Lula está isolado com alguns dirigentes e amigos no segundo andar do prédio. Militares estão instalados no entorno do local, ruas próximas foram fechadas pelo poder público. 
 
 
Pelo menos dois helicópteros da Polícia de São Paulo sobrevoam a área. Contudo, não há sinal de carros ou agentes da Polícia Federal (PF), que é responsável por cumprir o mandado no caso do político não se entregar no prazo determinado. 
 
 
Há ainda, no entorno do Sindicato, uma multidão de militantes petistas em frente ao prédio. Eles acampam no local desde o anúncio do mandado de prisão. Muitos carregam cartazes e gritam palavras de apoio ao ex-presidente. 
 
 
O POVO Online tentou contato com a assessoria de imprensa da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), mas as chamadas não foram atendidas. 
 

Igor Cavalcante,
com informação da repórter Isabel Filgueiras,
correspondente do O POVO em São Paulo
TAGS