PUBLICIDADE
Política
NESTA MANHÃ

Movimentos sociais ocupam triplex do Guarujá: "Se é do Lula é nosso"; assista

"Estamos esperando ansiosamente o juiz Sergio Moro se pronunciar. Se o triplex é de Lula, como dizem, agora esse é um triplex de resistência e o povo sem medo vai se alojar lá", diz Guilherme Boulos

10:41 | 16/04/2018
Ocupação no triplex do Guarujá começou nesta manhã e continuará por tempo indeterminado, segundo Boulos (Foto: reprodução/ Twitter0
O triplex de Guarujá, pivô da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi ocupado na manhã desta segunda-feira, 16, por integrantes do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) e Frente Povo sem Medo. Os manifestantes ergueram faixas de "se é do Lula, é nosso!" e " "Se não é, por que prendeu?" na sacada do prédio. Ocupação foi anunciada pelo presidenciável pelo Psol e líder do MTST Guilherme Boulos.
 
Boulos afirmou ao vivo em seu Facebook oficial que a ocupação é uma "denúncia de uma farsa judicial" que acabou resultando na prisão de Lula no dia 7 de abril. O pré-candidato diz que a entrada no prédio foi "totalmente pacífica" e que nada foi quebrado. Para ele, se o triplex for mesmo de Lula, os ocupantes têm direito de permanecer no apartamento. 
 
 
"Estamos esperando ansiosamente o juiz Sergio Moro se pronunciar. Se o triplex é de Lula, como dizem, agora esse é um triplex de resistência e o povo sem medo vai se alojar lá", diz. O psolista pondera que se pedirem reintegração de posse, terão que tirar o ex-presidente da prisão "na mesma hora", já que seria indicado que o imóvel não pertence a ele.
 
Ao jornal O Globo, Boulos indica que a ocupação, por enquanto, é por tempo indeterminado. Evento foi criado no Facebook intitulado "OcupaTriplex Sem Medo #ocupatriplex", convidando pessoas para somarem no local. 
Redação O POVO Online