PUBLICIDADE
Notícias

Maradona presta apoio a Lula e chama Temer de 'traidor'

O ex-jogador argentino ainda criticou Macri e Trump

11:26 | 06/04/2018
Diego Maradona com a bola na mão
Diego Maradona com a bola na mão
O ex-jogador Diego Armando Maradona manifestou seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e chamou o atual chefe de Estado do Brasil, Michel Temer, de "traidor", informou o jornal "Clarín" nesta quinta-feira, 5.
[FOTO1]
"É uma loucura. O povo brasileiro não pode apoiar que uma pessoa honesta como Lula da Silva seja visto como corrupto número 1, enquanto o traidor Michel Temer foi acusado e poupado", disse Maradona.

Essa não é a primeira vez em que o argentino presta apoio ao petista. Em janeiro, Maradona postou em suas redes sociais uma foto com a camisa da seleção brasileira, que tinha o nome de Lula e o número 18.

O ex-craque ainda criticou os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, e dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmando que a movimentação política na América Latina é um "joguinho" do magnata republicano.

Além de Maradona, os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro; da Bolívia, Evo Morales; e de Cuba, Raul Castro, também enviaram mensagens de apoio a Lula.

Nessa quinta-feira, 5, o juiz federal Sergio Moro determinou a prisão do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês de detenção por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no "caso tríplex".

Fonte: Ansa
TAGS
Maradona presta apoio a Lula e chama Temer de 'traidor'Notícias de Política
Maradona presta apoio a Lula e chama Temer de 'traidor'Notícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias

Maradona presta apoio a Lula e chama Temer de 'traidor'

O ex-jogador argentino ainda criticou Macri e Trump

11:26 | 06/04/2018
Diego Maradona com a bola na mão
Diego Maradona com a bola na mão
O ex-jogador Diego Armando Maradona manifestou seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e chamou o atual chefe de Estado do Brasil, Michel Temer, de "traidor", informou o jornal "Clarín" nesta quinta-feira, 5.
[FOTO1]
"É uma loucura. O povo brasileiro não pode apoiar que uma pessoa honesta como Lula da Silva seja visto como corrupto número 1, enquanto o traidor Michel Temer foi acusado e poupado", disse Maradona.

Essa não é a primeira vez em que o argentino presta apoio ao petista. Em janeiro, Maradona postou em suas redes sociais uma foto com a camisa da seleção brasileira, que tinha o nome de Lula e o número 18.

O ex-craque ainda criticou os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, e dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmando que a movimentação política na América Latina é um "joguinho" do magnata republicano.

Além de Maradona, os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro; da Bolívia, Evo Morales; e de Cuba, Raul Castro, também enviaram mensagens de apoio a Lula.

Nessa quinta-feira, 5, o juiz federal Sergio Moro determinou a prisão do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês de detenção por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no "caso tríplex".

Fonte: Ansa
TAGS
(e){window.attachEvent("onload", $buo_f)}
rget="_parent" href="https://www.opovo.com.br/vidaearte/exposicoesecursos/" title="Exposições e Cursos">Exposições e Cursos
  • Moda & Beleza
  • Festas
  • CCXP
  • IR PARA A VERSÃO DESKTOP
    PUBLICIDADE
    Notícias

    Maradona presta apoio a Lula e chama Temer de 'traidor'

    O ex-jogador argentino ainda criticou Macri e Trump

    11:26 | 06/04/2018
    Diego Maradona com a bola na mão
    Diego Maradona com a bola na mão
    O ex-jogador Diego Armando Maradona manifestou seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e chamou o atual chefe de Estado do Brasil, Michel Temer, de "traidor", informou o jornal "Clarín" nesta quinta-feira, 5.
    [FOTO1]
    "É uma loucura. O povo brasileiro não pode apoiar que uma pessoa honesta como Lula da Silva seja visto como corrupto número 1, enquanto o traidor Michel Temer foi acusado e poupado", disse Maradona.

    Essa não é a primeira vez em que o argentino presta apoio ao petista. Em janeiro, Maradona postou em suas redes sociais uma foto com a camisa da seleção brasileira, que tinha o nome de Lula e o número 18.

    O ex-craque ainda criticou os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, e dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmando que a movimentação política na América Latina é um "joguinho" do magnata republicano.

    Além de Maradona, os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro; da Bolívia, Evo Morales; e de Cuba, Raul Castro, também enviaram mensagens de apoio a Lula.

    Nessa quinta-feira, 5, o juiz federal Sergio Moro determinou a prisão do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês de detenção por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no "caso tríplex".

    Fonte: Ansa
    TAGS