PUBLICIDADE
Notícias

Chamada de "doida", Patrícia Lélis diz que cearense "é mais um palhaço que se acha politizado"

Discussão começou no último sábado, 3, e já rendeu cinco vídeos. Plataformas como Facebook e YouTube viraram espaço para troca de ataques

10:14 | 08/02/2018
Patrícia Lélis e André Fernandes
Patrícia Lélis e André Fernandes
[FOTO1]
A novela entre o youtuber cearense André Fernandes e Patrícia Lélis ganhou mais um capítulo. Após recusar o desafio da jornalista para debater política, Fernandes publicou novo vídeo atacando Lélis repetidas vezes com o termo"doida". Patrícia também respondeu.
 


"Quem é tu pra achar que eu vou descer de nível pra debater contigo? Tu só veio aparecer na mídia depois que disse que foi estuprada por Marco Feliciano", disse. "Deus me livre chegar perto pra dias depois tu dizer que tá grávida de mim ou que eu te estuprei também. Tô fora".
 


"Se vocês esquerdopatas estão contra mim, é porque estou no caminho certo", declarou o cearense. Além de repetir as expressões "doida" e "doidinha", André também usou a profissão de Patrícia para reduzir a fala dela, referindo-se a ela como "jornalistazinha". 
 

[VIDEO1] 


[SAIBAMAIS]Cerca de uma hora depois, Patrícia contra-atacou: "A primeira coisa quando a gente quer trabalhar com política é ter humildade, conversar com todos. Nunca se achar melhor que o outro".
 


"Quando somos uma pessoa pública, temos que estar preparados para as críticas", continua Patrícia. "Fico imaginando se você tivesse passado pelo que já passei quando denunciei o estupro do Marco Feliciano. O processo ainda está no STF".
 
"Quando te chamei de Whindersson Nunes da política, não foi um elogio. Só quis dizer que você é mais um palhaço que se acha politizado. A Câmara já está cheia de gente desse jeito", declarou a jornalista.
 

[VIDEO2] 


Ciro Gomes


Debate indireto no YouTube e no Facebook começou no último sábado, 3, quando o cearense publicou um vídeo em que critica posicionamentos do pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT). Em resposta, Lélis convidou o youtuber para debate, afirmado que ele "não duraria dois minutos".
TAGS