PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

A 20 dias de julgamento, cartazes de apoio a Lula são colados em Fortaleza

Direção estadual do Partido deve definir nesta quinta-feira, 4, o cronograma de mobilizações para o julgamento. Contudo, movimentos sociais já iniciaram as ações em Fortaleza

Igor Cavalcante
17:40 | 04/01/2018
NULL
NULL (Foto: )

[FOTO1] 

A 20 dias do julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  (PT), muros de Fortaleza estampam cartazes em apoio ao ex-chefe do Executivo nacional. Com a mensagem “Tô com Lula. Em defesa da democracia”, movimentos de solidariedade ao petista começaram as mobilizações que devem se espalhar por todo o Brasil no próximo dia 24 de janeiro.

Conforme o presidente estadual do PT, Francisco de Assis, nesta quinta-feira, 4, representantes de diversos movimentos sociais devem se reunir com diretores do Partido para estabelecer o cronograma de mobilização para o fim do mês. “Esses cartazes foram criados por esses grupos, mas teremos mais ações”, disse o dirigente.

Conforme adiantou ao O POVO, já foram definidos atos em frente a todos os prédios da Justiça Federal no Ceará. Além de Fortaleza, outras nove cidades têm subseções. A ideia da presidencia estadual é concentrar as ações em seis cidades: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral, Crateús, Quixadá e Limoeiro do Norte. Na Capital cearense, segundo o dirigente, tudo indica que haverá uma vigília no dia anterior ao julgamento.

Triplex

Lula será julgado por três desembargadores da 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) sobre o caso do triplex do Guarujá, em São Paulo. Ele já foi condenado a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Os adovogados do réu apresentaram recursos contra a decisão em primeira instância do juiz Sérgio Moro. Agora, o trio de desembargadores irá julgar a ação.

[SAIBAMAIS]

O ex-presidente responde acusações do Ministério Público Federal (MPF) de ter estabelecido esquema de corrupção com a empreiteira OAS. Segundo as investigações, Lula teria beneficiado a empresa em contratos com a Petrobras. Em troca, os executivos do grupo supostamente presentearam o petista com o triplex. O político nega as acusações.  

Julgamento

Com a proximidade do julgamento, o clima de tensão no País também cresce. Um dos locais que deve concentrar os apoiadores do ex-presidente é a cidade de Porto Alegre, onde ele será julgado. Lula já garantiu que vai à capital gaúcha no próximo dia 24 de janeiro.

[VIDEO1] 

Na última quarta-feira, 3, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), solicitou apoio do Exército e da Força Nacional para atuarem no dia do julgamento. Em dezembro, a Justiça Federal em Porto Alegre decidiu proibir um acampamento que o Movimento dos Sem Terra (MST) pretendia fazer no parque, mas liberou o local para manifestações, com preferência para os grupos que apoiam o ex-presidente. (Com informações da repórter Letícia Alves)

 

TAGS