PUBLICIDADE
Notícias

MDB custeou estadia de pai de santo que benzeu Temer, segundo administração do hotel

O pai de santo ficou de sábado, 16, até ontem, 19, em um quarto individual. A diária custa R$ 609 em caso de ser paga diretamente na recepção do hotel

16:30 | 20/12/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

A administração do hotel quatro estrelas San Marco, em Brasília, informou que as quatro diárias e a alimentação do pai de santo Roberval Batista de Uzêda, de 52 anos, foram custeadas pelo diretório nacional do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), atingo PMDB, que também hospedou outros participantes do evento no local. A informação é do Uol.

O presidente nacional do partido, o senador Romero Jucá (RR), descartou qualquer relação da sigla com o pai de santo. Afirmou também que o religioso - vindo do Rio de Janeiro - não foi contratado pela legenda. À reportagem do Uol, Jucá fez movimentos circulares com o dedo indicador próximo ao ouvido, sugerindo que Uzêda seria louco.

O pai de santo circulou pelas dependências do hotel com uma credencial do partido que tinha a inscrição "convidado".

[FOTO2] 

Embora o Palácio do Planalto negue qualquer relação com Uzêda, ele diz ter sido chamado pelo presidente e pela primeira-dama, Marcela.

O pai de santo ficou de sábado, 16, até ontem, 19, em um quarto individual. A diária custa R$ 609 em caso de ser paga diretamente na recepção do hotel. Conforme a administração do espaço, os custos foram reduzidos e ficaram aproximadamente em R$ 220, visto que foram incluídos em um pacote maior por conta da convenção.

 

Redação O POVO Online

 

TAGS