PUBLICIDADE
Notícias

Boneco do Bolsonaro foi retirado da praça Portugal

21:34 | 19/11/2017
Boneco inflável de Bolsonaro na Praça Portugal
Boneco inflável de Bolsonaro na Praça Portugal

[FOTO1]

Atualizada às 10h20min desta segunda-feira, 20

A presença do boneco inflável do Bolsonaro, de 12 metros de altura, na Praça Portugal, bairro Aldeota, não durou nem cinco horas. E não foi por conta do evento “Dia de furar o boneco do Bolsonazi", organizado pelos opositores do político pelo Facebook, e que estava marcado para ocorrer às 19h30 deste domingo, 19. A estrutura foi retirada pelo próprio movimento Endireita Fortaleza que a montou na tarde de sábado, 18.
 
 
“Foi colocado e retirado ontem mesmo por volta 20h30, como já estava previsto. Nosso objetivo era apresentar o político e o discurso da direita e isso foi atingido. Agora vamos levar esta estrutura para o interior do Estado”, afirmou a representante do movimento Endireita Fortaleza, a estudante Renata Karla.
 
 
Ela ressalta que a decisão não teve relação com o evento, criado pelo paisagista Franklin Maia que prometia, de forma irônica, um “furo coletivo” no boneco. A publicação no Facebook até às 20 horas tinha mais de 525 presenças confirmadas e 1,7 mil interessadas. “Isso só demonstra claramente quem são os verdadeiros incitadores de ódio”, afirmou Renata.
 
Franklin, no entanto, diz que o evento era uma sátira e que o intuito não era incitar ódio até porque já se sabia que o boneco não estaria lá no domingo. “Não era tentativa de confronto, era uma sátira. E se você for olhar o evento no Facebook, não somos nós que fazemos ameaças de morte”.
 
 
Quem passeava pela Praça Portugal na noite deste domingo pouco ouviu falar da presença do boneco e muito menos da postagem que viralizou na internet. “Eu nem sabia que o boneco estava aqui. Mas se soubesse tinha vindo para tirar foto”, opinou o corretor de seguros, Alexandre de Castro.
 
 
Já o médico Henrique Salviano, 40, que passeava com o filho, discorda com a colocação ainda que momentânea do adereço em meio à decoração de Natal da praça. “A Praça Portugal sempre foi palco de manifestações de todos os lados, o que é legitimo, mas não cabe agora. A praça está tão bonita com a decoração de Natal. Não é momento para isso”, reclama.
 
 
 
TAGS