PUBLICIDADE
Notícias

Para líder do PT, governo terá dificuldade com reforma da Previdência

Zarattini entende que o governo deve enfrentar a resistência até mesmo de aliados, que temem em se comprometer com um tema impopular

22:15 | 03/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

O governo enfrentará dificuldade para reagrupar sua base e conseguir os votos que precisa para aprovar a reforma da Previdência, segundo avaliação do líder do PT na Câmara dos deputados, Carlos Zarattini (SP).

Embora a Câmara tenha rejeitado a denúncia contra Temer com pouco mais da maioria dos votos, os 300 votos esperados não foram atingidos, resultado da divisão de partidos da base do governo.

A votação não tinha acabado quando o governo retomou o discurso da recuperação econômica, traçando como principal meta a reforma da Previdência e a simplificação tributária.

Zarattini entende que além da dificuldade do quórum de aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência, o governo deve enfrentar a resistência até mesmo de aliados, que temem em se comprometer com um tema impopular. Ele diz que a estratégia é resistir à aprovação das reformas.

O líder do partido na bancada ainda afirma que o objetivo será desgastar o governo e tentar aprovar o fim do governo, além de trabalhar por maior mobilização social.

 

Redação O POVO Online

TAGS