PUBLICIDADE
Notícias

'Apartamento tinha 500 defeitos', diz Lula sobre visita a triplex

Ex-presidente afirma que fez apenas uma visita ao apartamento e que não iria comprar o imóvel

21:16 | 10/05/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esclareceu nesta quarta-feira, em depoimento ao juiz Sérgio Moro sobre a única visita que teria feito ao triplex no Guarujá, na companhia da esposa Marisa Letícia, além do ex-empreiteiro da OAS Léo Pinheiro. O petista afirma que encontrou "500 defeitos" no imóvel e que não iria ficar com o apartamento no local. Negou ainda que tenha solicitado qualquer reforma no lugar.

[SAIBAMAIS]
Ao ser questionado qual o conteúdo da conversa com Léo Pinheiro durante a visita ao triplex, Lula respondeu: "O Léo estava querendo vender. O senhor sabe que como todo qualquer vendedor quer vender de qualquer jeito. Não sei se o senhor já procurou alguma casa. Disse para o Léo que o apartamento tinha 500 defeitos".


Na sequência, Moro pergunta se o petista recusou de imediato o apartamento na visita. "Não porque o Léo disse que ia dar uma olhada e depois me procurava para conversar", respondeu o ex-presidente, afirmando que o episódio ocorreu em fevereiro de 2014.


Segundo Lula, Marisa visitou o triplex mais uma vez, desta vez na companhia do filho Fábio. "Certamente ia dizer que não queria mais esse apartamento, porque quando fui (ao local), eu percebi que era praticamente inutilizável por mim. Independente da minha vontade, sou uma figura pública, e só poderia andar naquela praia na segunda-feira ou na quarta-feira de Cinzas", afirmou.


Em depoimento, Lula contou que conversou com Marisa após a segunda visita dela ao local. De acordo com o ex-presidente, a ex-primeira dama não gostava de praia e o interesse dela era "certamente para fazer investimento".

[VIDEO1] 

 

O petista afirmou ainda que nunca mais conversou com Léo Pinheiro sobre o apartamento após a visita em fevereiro de 2014.

TAGS