PUBLICIDADE
Notícias

Polícia Civil cumpre dois mandados de prisão em Juazeiro do Norte

Um dos presos é um comerciante de Juazeiro suspeito de vender armas e munições para pessoas não licenciadas

12:02 | 07/07/2016

A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira, 7, em sete municípios da Região do Cariri, a segunda fase da "Operação Medellín", que visa desarticular organização criminosa apontada como responsável pela venda e distribuição de armas e munições para traficantes e criminosos. O foco da operação é a cidade de Juazeiro do Norte.

A Justiça expediu 20 mandados de buscas e apreensão, dois de prisão preventiva e cinco de condução coercitiva. Um dos presos é um comerciante de Juazeiro suspeito de vender armas e munições para pessoas não licenciadas. A Polícia também cumpriu um mandado de suspensão da atividade econômica na loja dele por 30 dias. No comércio, foram apreendidos munições, armas e vários documentos que serão periciados.

A operação contou com o apoio do Batalhão da Polícia Militar. O delegado do Crato, Giuliano Sena comanda a investigação, cuja primeira fase foi realizada há exatos seis meses no Crato e desarticulou parte da organização criminosa traficava drogas.Na ocasião, quarenta e três pessoas foram capturadas e 112 mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos.

As investigações também se estenderam a municípios vizinhos, mas não foram revelados, segundo o delegado, para não atrapalhar as investigações. Na tarde de  nesta quinta, 7, a Polícia vai conceder entrevista coletiva à imprensa na  Delegacia Regional do Crato.

Redação O POVO Online (colaborou Amaury Alencar)

TAGS